Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto partiu da necessidade de converter o sobrado residencial da década de 40 num bar de vinhos, com recursos mínimos e intervenções econômicas. O desafio de intervir em uma construção existente é enxergar as potenciais compatibilidades para abrigar novos usos e novos costumes. O sobrado apresentava um volume construído relativamente pequeno, com salas compartimentadas, escada central e um generoso quintal em desnível, com árvores adultas, em lote estreito e profundo. Como parte das intenções originais estava a manutenção da área externa e suas espécies vegetais como espaço de uso coletivo, onde as pessoas pudessem desfrutar do clima temperado no miolo de um bairro densamente edificado; a manutenção dos elementos construtivos originais como o piso em taco, a escada de granilite, os caixilhos de madeira e o telhado cerâmico e a configuração de um conjunto versátil, adequado tanto para restaurante como bar. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar