Ampliar imagem | Tamanho original
A congestão viária é um dos grandes temas de debate em cidades de todo o mundo por conta do impacto dessa questão na qualidade de vida. Nesse sentido, sobram exemplos: o caso de Los Angeles que conheceu nessa semana o Índice de Tráfego 2016 elaborado pela consultoria Inrix um dado que demonstra como isso afeta a vida dos habitantes, os quais, segundo a pesquisa, perdem 104 horas em engarrafamentos. Em segundo e terceiro lugares estão Moscou e Nova Iorque, com 91 e 89 horas perdidas, respectivamente. A primeira cidade latino-americana a aparecer nesse ranking é Bogotá, onde os habitantes passam 79 horas no trânsito, enquanto em São Paulo são 77 horas. Apesar disso, são cada vez mais cidades que estão tomando um rumo a um paradigma de mobilidade urbana sustentável, seja promovendo ou aprovando medidas para liberar certos setores da cidade dos automóveis particulares. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar