O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Tinder do planejamento urbano ajuda cidades a tomarem decisões

Tinder do planejamento urbano ajuda cidades a tomarem decisões

Tinder do planejamento urbano ajuda cidades a tomarem decisões
Tinder do planejamento urbano ajuda cidades a tomarem decisões, via pablo.buffer.com
via pablo.buffer.com

Fotos de pretendentes vão surgindo na tela do celular, e você diz se tem ou não interesse. É assim que funciona o aplicativo Tinder; e é dessa forma que a cidade de Santa Monica, nos EUA, resolveu descobrir o que os seus habitantes pensam. Parece simplista, mas foi o jeito encontrado para consultar a população sobre temas pertinentes (sem apelar à burocracia das leis municipais). A tecnologia não é a solução para todos os problemas urbanos, mas pode ser uma aliada do velho sonho de tornar os governos mais democráticos e abertos à opinião de seus cidadãos. Tem até “Pokemon Go” do urbanismo na lista de possibilidades.

O “tinder” de Santa Monica – batizado CitySwipe, algo como “deslizar a cidade” – não é um aplicativo para celular, mas uma página na internet. A pessoa informa se é moradora da cidade, do entorno ou turista. Sempre com perguntas de “sim” e “não”. Em seguida vem uma pesquisa de mobilidade urbana: anda a pé? De transporte público? Carro? Táxi ou Uber? E aí questões sobre preferências urbanísticas. A pessoa responde se um ou outro edifício é condizente com a paisagem local, se gostaria de ver bares com mesas na calçada etc. 

A ideia não é exatamente nova. No Reino Unido, o rei britânico Charles II foi quem primeiro publicou avisos públicos, em pleno século XVII. Até hoje o governo cola cartazes (lidos por poucos) nos postes de uma vizinhança, quando ela pode ser alvo de alguma intervenção relevante. Sabendo das falhas desse mecanismo, o governo investiu 950 mil libras (cerca de R$ 3,6 milhões), em 2015, em 24 projetos para desenvolver uma “consulta pública do século XXI”.

Leia a matéria completa de Naiady Piva, publicada no jornal Gazeta do Povo, sobre as estratégias usadas por diferentes cidades do mundo para tentar engajar a população na tomada de decisões.

Cita: Romullo Baratto. "Tinder do planejamento urbano ajuda cidades a tomarem decisões" 16 Fev 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/805433/tinder-do-planejamento-urbano-ajuda-cidades-a-tomarem-decisoes> ISSN 0719-8906