Ampliar imagem | Tamanho original
Pode ser novidade para alguns, mas a bicicleta é a resposta para muitos problemas de mobilidade urbana das grandes metrópoles até pequenas cidades. Com cada vez menos espaços para acomodar tantos automóveis e com os níveis de poluição ultrapassando os limites legais estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), argumentar em prol de mais infraestrutura para bicicletas parece até óbvio. Porém, para estimular políticas integradas na União Europeia, a Federação Europeia de Ciclistas (ECF) divulgou um novo relatório mostrando que o ciclismo gera 513 bilhões de euros por ano aos 28 Estados-membros. Para chegar a essa soma, o documento vê possíveis ganhos econômicos por meio de 22 aspectos divididos em nove setores: Meio ambiente e clima Economia Questões sociais, Energia e recursos Tecnologia e design Mobilidade Saúde Tempo e espaço Diversidade cultural Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar