Exposição "Carrilho da Graça: Lisboa" no Museu da Casa Brasileira

Exposição "Carrilho da Graça: Lisboa" no Museu da Casa Brasileira

O Museu da Casa Brasileira apresenta a exposição sobre um dos arquitetos portugueses mais relevantes da atualidade: João Luís Carrilho da Graça, cujo nome figura ao lado de grandes como Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura. Carrilho da Graça tem a peculiaridade de priorizar o território e sua topografia como o suporte de suas obras, e é este olhar o principal foco da exposição Carrilho da Graça: Lisboa, com abertura dia 1º de fevereiro, quarta-feira às 19h30, com entrada gratuita.

Mais que um recorte de localidade – a cidade de Lisboa – ou de cronologia, as obras selecionadas mostram como o arquiteto pensa seus projetos a partir de sua “teoria do território”, que relaciona a influência da topografia com os percursos humanos e suas construções. 

A mostra traz uma oportunidade única de conhecer a obra do arquiteto, com projetos construídos e não-construídos na capital portuguesa, desde alguns mais conhecidos, como a Escola Superior de Comunicação Social (1987-1993), quanto outros menos publicados, como o plano estratégico no programa Valis (Valorização de Lisboa), e seus projetos que concorreram para os pavilhões de Portugal na Expo’98. 

“Reforçando sua vocação e tradição na abordagem de assuntos ligados à arquitetura e ao urbanismo, o Museu, ao apresentar a obra de Carrilho da Graça, destaca a conexão intrínseca entre o projeto do edifício e a paisagem urbana”, conta Giancarlo Latorraca, arquiteto e diretor técnico do MCB.

Esta exposição foi apresentada pela primeira vez no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, de setembro de 2015 a fevereiro de 2016, e no Museo de Arquitectura Leopoldo Rother, em Bogotá, Colômbia, de outubro a dezembro de 2016. A curadoria é feita por Susana Rato, arquiteta e colaboradora do escritório Carrilho da Graça, e Marta Sequeira, professora e pesquisadora na Universidade de Évora.

Carrilho da Graça

Trabalha em escritório próprio desde que se formou, em 1997, na Escola Superior de Belas-Artes em Lisboa. Ao conjunto da sua obra foram atribuídos diversos prêmios, como o prêmio Aica (Associação Internacional dos Críticos de Arte) em 1992, a Ordem de Mérito da República Portuguesa em 1999, o prêmio da Bienal Internacional da Luz – luzboa em 2004, o título de “Chevalier des arts et des lettres” pela república francesa em 2010, o “Prêmio Pessoa” em 2008. 

Carrilho da Graça: Lisboa

  • Abertura: dia 1º de fevereiro, quarta-feira às 19h30 (entrada gratuita)
  • Visitação: até dia 19 de março
  • Local: Museu da Casa Brasileira - Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano / Telefone: (11) 3032-3727 / www.mcb.org.br

Visitação

  • De terça a domingo, das 10h às 18h
  • Ingressos: R$ 8 e R$ 4 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada
  • Gratuito aos finais de semana e feriados

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "Exposição "Carrilho da Graça: Lisboa" no Museu da Casa Brasileira" 16 Jan 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/803418/exposicao-carrilho-da-graca-lisboa-no-museu-da-casa-brasileira> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.