O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Quartel Do Corpo De Bombeiros
  4. Austrália
  5. GroupGSA
  6. 2016
  7. Restauração da Estação de Corpo de Bombeiros de Pyrmont / GroupGSA

Restauração da Estação de Corpo de Bombeiros de Pyrmont / GroupGSA

  • 17:00 - 4 Dezembro, 2016
  • Traduzido por Lis Moreira Cavalcante
Restauração da Estação de Corpo de Bombeiros de Pyrmont / GroupGSA
Restauração da Estação de Corpo de Bombeiros de Pyrmont  / GroupGSA, © Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

© Tyrone Brannigan © Tyrone Brannigan © Tyrone Brannigan © Tyrone Brannigan + 49

  • Arquitetos

  • Localização

    147 Pyrmont St, Pyrmont NSW 2009, Austrália
  • Arquiteto Responsável

    Janine Graves
  • Área

    1.147 m²
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

  • Diretor do Projeto Arquitetônico

    Michael Mandl (Group GSA)
  • Gerente de Projeto

    NSW Public Works
  • Engenharia Estrtutural

    Birzulis Associates
  • Serviços Prediais

    Erbas Associates
  • BCA

    Certis
  • Acústica

    Acoustic Logic
  • Acessibilidade

    Morris Goding Access Consultants
  • Construção

    Artel Constructions
  • Cliente

    Fire & Rescue NSW
  • Mais informações Menos informações
© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Descrição enviada pela equipe de projeto. Entre 1890 e 1911, o arquiteto do governo Walter Liberty Vernon projetou e entregou mais de cinqüenta projetos em NSW, alguns dos quais ainda estão em pé e em uso.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Um deles é a Estação do Corpo de Bombeiros Pyrmont, localizada na esquina das ruas Gipps e Pyrmont em Ultimo, Sydney. Ela foi construída em 1906 para tratar do perigo de incêndio devido ao crescimento intenso no desenvolvimento industrial da área durante a primeira década do século XX.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

O edifício original é em estilo Federation Free Style e construído de tijolos de barro vermelho cruzados em cada fileira sobre argamassa de cal sobre uma base de arenito rústico e tem detalhes em arenito decorativo enfatizando as portas, janelas e outros elementos. As cores e texturas do tijolo e do arenito são bastante contrastantes, enquanto as fachadas das ruas Pyrmont e Gipps tem uma "base", um "corpo" e um "coroamento" fortemente definidos e apresentam várias características assimétricas.

Elevações
Elevações

No interior, o edifício originalmente consistia em duas baias para caminhões de bombeiros com estábulos, um apartamento para uma família de um oficial e quarto para homens solteiros no piso térreo. Havia também apartamentos para seis famílias no segundo e terceiro andares com uma lavanderia, um pátio de secagem e uma torre de observação no nível do telhado.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

A estação foi ocupada até 1945, quando foi fechada. Foi reaberta então em 1960 e permaneceu ativa até 1994, quando fechou outra vez para renovações menores.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

A estação reabriu em 2007, porém durante mais de 40 anos os dois andares superiores da estação de bombeiros permaneceram desocupados e foram sujeitos a roubos, danos causados pela água, danos causados pelo fogo e vermes.

Cortes A/B
Cortes A/B

Em 2013, a Fire and Rescue NSW encomendou ao Grupo GSA a renovação e extensão da estação operacional do corpo de bombeiros e dos andares superiores abandonados, a fim de melhorar as condições de trabalho dos bombeiros e providenciar escritórios para a equipe da Fire and Rescue NSW, a serem transferidos do atual escritório na Rua Elizabeth, em Sydney.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

As principais obras incluíram a melhoria da integridade estrutural dos edifícios para uma estabilização sísmica de Categoria 4. Isto foi conseguido com um projeto meticuloso da Birzulis e construção da MAXBuild, instalando nova estrutura de aço no portal para suportar e proteger o envelope histórico existente, incluindo a proeminente torre de sino na esquina das ruas Pyrmont e Gipps.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Vinte e quatro metros cúbicos de concreto foram usados para formar fundações de 1 metro e meio de profundidade que se estendiam até a base rochosa existente do solo. Isso formou a base para as toneladas de aço estrutural que protegem o edifício de movimentos laterais.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

A estrutura do portal abrange dois andares e os amarram a um piso de vigas reforçadas que é conectado a uma estrutura com uma série de barras cruzadas. A fachada externa é então conectada às paredes perpendiculares com um sistema Helibar.

Cortes C/D
Cortes C/D

Arquiteto, Janine Graves acredita que "A atualização do edifício localmente classificado como patrimônio é uma vitória para o desenvolvimento urbano de Pyrmont. O edifício Vernon continuará a ser um marco arquitetônico por muitos anos".

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Uma extensão nova sobre os 3 pavimentos também foi adicionada ao edifício. A adição contemporânea é inspirada nas metodologias de projeto adotadas há um século - Inovação, decoração e criação social.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

A escolha dos materiais localizados entre o edifício histórico e a nova extensão faz uma forte ligação entre o antigo e o novo. Os materiais complementam-se e fluem entre espaços internos e externos de forma assimétrica, de forma similar ao prédio anterior.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Os pisos originais de concreto foram cobertos com um concreto branco, marcando a extensão do perímetro original do edifício e, em contraste, os pisos de concreto acinzentado separados por um intervalo sutil de sombra definem as novas instalações.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

As zonas de circulação vertical são revestidas em zinco, ligando todos os 3 andares e os diversos departamentos da organização. O revestimento de zinco também está localizado em torno do paisagismo ao terraço do primeiro pavimento e complementa o tijolo vermelho envelhecido e a nova fachada envidraçada que envolve a parte de trás do edifício original.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Tijolos reciclados das dependências desmontadas no terreno foram usados para preenchimentos e reparos.

Janine Graves afirma: "A grande renovação apresentou muitos desafios ao longo do processo de construção. Estes foram superados pela paixão da equipe pela restauração de uma arquitetura histórica singular e por fornecer instalações de ponta a serviço de homens e mulheres que arriscam suas vidas diariamente para dar um senso de segurança a nossas comunidades.

A Artel Constructions trabalhou em colaboração com a equipe de consultores para entregar uma renovação bem-sucedida dentro das limitações do escopo do projeto e do terreno."

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Além da manutenção do envelope original e da incorporação de uma extensão ao edifício Vernon, outro desafio foi manter e reparar detalhes e materiais, como o forro de metal prensado acima das baias existentes. Para instalar o novo piso sem danificar o forro, os construtores removeram as placas de piso existentes acima do teto, limparam-nas, armazenaram-nas e, em seguida, recolocaram-nas sobre as vigas novas.

Cortes E/F/G
Cortes E/F/G

As paredes originais e o telhado de estanho oxidado na sala de 'forragem', usada para os cavalos no começo do século XX, foram mantidos e podem ser vistos do espaço vazio do segundo pavimento, junto com algumas obras de arte originais preservadas por trás de molduras fixas.

© Tyrone Brannigan
© Tyrone Brannigan

Janine considera que "o GroupGSA e a equipe profissional de consultores multidisciplinares asseguraram que o trabalho original do arquiteto Walter Liberty Vernon continuasse funcionando como projetado, mas agora mais alinhado com os processos de trabalho contemporâneos".

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Restauração da Estação de Corpo de Bombeiros de Pyrmont / GroupGSA" [Pyrmont Fire Station Restoration / GroupGSA] 04 Dez 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Moreira Cavalcante, Lis) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/800687/restauracao-da-estacao-de-corpo-de-bombeiros-de-pyrmont-groupgsa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.