Ampliar imagem | Tamanho original
O terreno possui 60 x 40 m. O requisito era construir um centro de diálises com 30 camas. O lote está ao lado de um antigo templo venerado pela vizinhança tanto por sua presença arquitetônica como por seu valor religioso. O contexto nesse sentido era atípico de um entorno urbano genérico. A posição que tomamos foi a de fazer uma intervenção sensível ao contexto, consideramos o edifício como uma tela de fundo do cenário existente, com o templo como protagonista. As salas foram colocadas verticalmente para abrigar as trinta camas. O edifício se separa do solo para permitir espaços de congregação e espera. Os serviços do edifício foram inseridos na parte posterior e o terraço do edifício foi concebido como uma cafetaria. A fachada do edifício está formada por superfícies onduladas construídas de tijolo, de modo que tal elemento é desmaterializado gerando uma sensação efêmera ao edifício. As ranhuras entre cada onda permitem que a luz entre no edifício para criar uma sensação espacial e visual que é tão divina como do tempo exterior. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar