Ampliar imagem | Tamanho original
O braço principal do rio Chicago tem uma história longa que em muitos aspectos espelha o desenvolvimento da própria cidade de Chicago. Antes um córrego pantanoso sinuoso, o rio foi canalizado para apoiar a transformação industrial da cidade. Após a famosa reversão do rio, em que a cidade reverteu o fluxo do braço principal e do sul para melhorar o saneamento, o arquiteto e urbanista Daniel Burnham introduziu uma nova visão cívica dos passeios à beira do rio, com a adição do viaduto Wacker Drive. Durante a última década, o papel do rio tem evoluído com o projeto Chicago Riverwalk, um passeio à beira do rio Chicago e iniciativa para recuperá-lo para o benefício ecológico, recreativo e econômico da cidade. O objetivo de abraçar o rio como uma comodidade recreacional parecia impossível anos atrás dados os altos níveis de poluição do rio. Mas hoje essa visão está se tornando realidade. Recentes melhorias na qualidade da água do rio e o aumento da intensidade da vida recreativa pública sinaliza a crescente utilização do rio, exigindo novas conexões com a beira da água. O Departamento de Transporte de Chicago e Ross Barney Architects lideraram a conclusão bem sucedida da primeira fase do projeto, um segmento inicial que inclui a Praça do Memorial de Veteranos e a Praça do Museu Bridgehouse. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar