Ampliar imagem | Tamanho original
Sob a curadoria de Jorn Konijn, Nitsche Arquitetos foi convidado para revisitar a obra do Superstudio, grupo fundado em 1966, na Itália, que fazia parte da vanguarda arquitetônica de seu tempo. Os italianos traziam à tona novas formas de imaginar os espaços e através de suas representações formulavam grandes críticas políticas e urbanas, questionando o estilo de vida e o que era produzido na época. Talvez "Monumento Contínuo" seja a obra mais celebrada deste grupo, e é exatamente esta a escolhida para ser revistada pelo escritório de arquitetura paulistano, que faz uma releitura inserindo o "grid" na realidade paulista. Veja o texto e as imagens do projeto, junto de fotografias de sua exposição, a seguir. "Se o design é meramente um incitamento ao consumo, então devemos rejeitar o design. Se a arquitetura é meramente a codificação do modelo burguês de sociedade, então devemos rejeitar a arquitetura.Até que todas as atividades de design sejam voltadas para a satisfação de necessidades primárias, o design deve desaparecer. Nós conseguimos viver sem arquitetura." Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar