Ampliar imagem | Tamanho original
Levando em conta o tecido urbano da cidade, o projeto é a reforma de uma típica casa de Bruxelas. Originalmente habitada por uma família, a casa parecia muito grande e difícil de cuidar depois que a crianças cresceram e mudaram-se. O dono da casa, então, decidiu vender os dois últimos pavimentos a um amigo, para que ele os convertesse em seu próprio apartamento. O projeto arquitetônico consiste na renovação da casa unifamiliar existente e sua transformação em um edifício de dois pavimentos separados. Os arquitetos Edouard François Brunet e François Martens uniram-se a fim de completar este projeto relativamente pequeno mas ambicioso. Além de cinco plantas, com aproximadamente 45m2 cada uma, a casa possui uma fachada posterior, em direção ao leste, enquanto que a fachada frontal está direcionada ao oeste. Os arquitetos propuseram a instalação da sala no pavimento mais alto da casa, com o objetivo de diminuir os incômodos entre os vizinhos (os dormitórios são colocados um em cima do outro) também para beneficiar-se da luz e da vista aberta que este pavimento oferece. Devido a superfície total limitada de cada planta e a planta superior que está no ático, se decidiu derrubar a parte posterior da cobertura. Isto permitiu a construção de um terraço e um novo espaço em balanço onde a escada conduz ao pavimento superior. A nova escada se encontra no centro do edifício. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar