Ampliar imagem | Tamanho original
Você provavelmente nunca deu muita atenção às divisórias internas, e, aparentemente básicas de um avião, no entanto, se olhar atentamente perceberá que os códigos de obra são como um passeio no parque se comparados aos exigentes padrões do design de aviação. Aqueles painéis de espessura fina, por exemplo, que separam os assentos dos passageiros da parte que abriga a cozinha do avião também devem ser capazes de suportar o peso dos assentos de emergência dos comissários de bordo e fornecer um espaço suficiente para acomodar as macas de emergência removíveis  - isso sem mencionar os rigorosos padrões de segurança e testes de colisão pelos os quais todos os componentes de uma aeronave devem passar. Com todos esses desafios em mente The Living,  a Autodesk em colaboração com a Airbus e APWorks, desenvolveram o Bionic Partition Project, que aproveita o design generativo e a impressão 3D para maximizar a eficiência estrutural dos painéis, reduzindo o peso de uma aeronave, e economizando combustível. Esses avanços tecnológicos poderão ter importantes implicações à longo prazo. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar