Hotel Carlota / JSa

Hotel Carlota / JSa
Cidade do México, México
  • Arquitetos: JSa
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1326
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fotógrafo Fotografias:  Camila Cossío, Rafael Gamo

© Rafael Gamo© Rafael Gamo© Camila Cossío© Camila Cossío+ 16

  • Conceito Interiores:JSa (Javier Sánchez + Aisha Ballesteros) Ignacio Cadena, Cadena + Asoc. Concept Design com Jorge Mdahuar
  • Design De Interiores:Javier Sánchez, Ignacio Cadena, Aisha Ballesteros, Jorge Mdahuar, Laura Natividad, Dania Gutiérrez ,Santiago Arroyo, Jorge González
  • Produção De Móveis Nos Dormitórios Do Hotel:Ezequiel Farca Maz y mas
  • Design E Produção De Mobiliário Do Restaurante:La Metropolitana
  • Produção De Tapetes:Déjate querer, Lagos del Mundo
  • Curadoria De Arte:Arróniz Galería
  • Artistas Convidados:Ricardo Rendón, Omar Barquet, Luis Nava, Tomás Cerdeño, Cristian Camacho e Tomás Guereña
  • Branding:Cadena + Asoc. Concept Design
  • Renders:Gerardo Fonseca, Luis Frausto
  • Maquetes:Edith Razo, Anayetzi Ruiz y Héctor Moreno
  • Estrutura:Oscar Trejo y Sergio López
  • Instalações:M3
  • Gestão De Obra:JSa, Javier Sánchez, Aisha Ballesteros, Laura Natividad, Dania Gutiérrez, Francisco Martínez
  • Supervisão De Obra:David Ruiz, Javier Perdigón, Andrés Aguado, Raúl López
  • Atividades Realizadas Por J Sa:Proyecto arquitectónico y ejecutivo, Interiorismo y Dirección arquitectónica de obra
  • Desenho Arquitetônico:Javier Sánchez + Aisha Ballesteros
  • Equipe De Projeto:JSa, Laura Natividad, Dania Gutiérrez, Jimena González Sicilia, Juan Jesús Pérez, Gerardo Fonseca
  • Cidade:Cidade do México
  • País:México
Mais informaçõesMenos informações
© Rafael Gamo
© Rafael Gamo

Descrição enviada pela equipe de projeto. Este projeto teve como ponto de partida um primeiro trabalho de arqueologia-urbana. Nos deparamos com um imóvel em total decadência, chamado anteriormente de Hotel Jardim Amazonas, rapidamente o buscamos no google e apareceram várias fotos da sua época de esplendor onde nos chamou atenção, principalmente, o pátio central como um oásis dentro da cidade, além da decoração dos anos setenta, o tapete de grama artificial e o figurino dos que foram fotografados tomando sol junto a piscina. Já não restava nada deste hotel além da estrutura típica, com corredores exteriores que rodeavam o pátio, assim como inúmeras camadas de revestimento. Hoje o hotel conta com 36 habitações, cada uma com um toque especial.

© Rafael Gamo
© Rafael Gamo

A fachada, que decidimos manter intacta havia sido remodelada provavelmente nos anos oitenta. Ao impor um ar de modernidade, cobriram o edifício com uma pele de vidro espelhado. Cuauhtémoc, que hoje é uma área muito ativa culturalmente, compartilhou este mesmo processo de deterioração durante alguns anos. A decisão de quais elementos conservar e quais retirar foi um processo lúdico e de descobrimento gradual. 

© Rafael Gamo
© Rafael Gamo

Decidimos, inclusive, evitar o acesso pela fachada e construir um novo na lateral, no estacionamento vizinho, para modificar a narrativa do percurso e provocar uma surpresa fazendo com que os visitantes chegasse diretamente no pátio central que havíamos idealizado nas fotografias. No processo, além de retirar e mostrar as diferentes camadas, decidimos também abordar alguns elementos potentes que puderam conferir coesão e unidade ao projeto. O concreto da estrutura do edifício existente é apreciado em cada espaço comum e cada habitação do hotel. 

© Camila Cossío
© Camila Cossío

O pátio central torna-se o espaço público com mais atividade, o restaurante, que está desenhado sob os mesmo critérios do hotel. A loja/galeria/biblioteca são espaços integrados um com o outro, rompem as barreiras entre eles e criam a sensação de não existir um limite que os defina de forma independente; com a biblioteca, por sua vez, pretende-se ter um recinto acolhedor através da atmosfera e do mobiliário. 

Planta Nível 1
Planta Nível 1

A malha perfurada feita com bloco de concreto negro relaciona-se com estes objetivos de relações espaciais mas também cria privacidade e enriquece o percurso até o quartos. As habitações possuem um projeto de interior que depende do hóspede, algumas inclusive possuem terraços privados para poder tomar sol e desfrutar da paisagem urbana vertical da cidade. 

© Camila Cossío
© Camila Cossío

Os interiores são feitos em colaboração com a equipe de designers mexicanos que cuidaram de cada detalhe dos espaços, desde o mobiliário de concreto com madeira embutida e as luminárias, até os acessórios do banheiro, produzindo cada peça de acordo com a habitação. Intervenções de arte contemporânea cobrem algumas paredes dos quartos conferindo-lhes um toque de cor e criando uma experiência espacial única. 

© Camila Cossío
© Camila Cossío

BRANDING

Para nós, o importante era cuidar de cada um dos elementos que compõem a experiência hoteleira. Por isso, em conjunto com um especialista, desenvolveu-se a parte gráfica e o branding da marca para que os mesmos conceitos da arquitetura refletissem na obra como um todo.

© Rafael Gamo
© Rafael Gamo

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Río Amazonas 73, Col. Renacimiento, Cuauhtémoc, 06500 Cidade do México, D.F., México

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Hotel Carlota / JSa" [Hotel Carlota / JSa] 02 Jul 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/790551/hotel-carlota-jsa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.