Ampliar imagem | Tamanho original
O Pier 55, parque flutuante projetado pelo Heatherwick Studio e pelo escritório de paisagismo Signe Nielsen, recebeu autorização da Corte Suprema de Nova Iorque para ter prosseguimento, segundo o Architect’s Newspaper. Flutuando no Rio Hudson, próximo ao Lower West Side de Manhattan, o parque é ancorado por uma série de palafitas em forma de pétalas que ficam submersas. O parque está sendo financiado pela filantropa Diane von Furstenberg e seu marido, Barry Diller. Os problemas legais do Pier 55 começaram ano passado, quando o City Club of New York processou o Pier55 Inc. e o Hudson River Park Trust (HRPT) visando parar o projeto. O City Club se manifestou contra os efeitos no ecossistema do rio, especificando "[que] o projeto iria demandar 550 estacas de fundação numa área de proteção do estuário do rio Hudson". O parque enfrentou outra barreira legal em novembro quando o EPA primeiramente levantou, mas depois recuou as reclamações sobre os inaceitáveis efeitos em um importante ambiente aquático. No entanto, após a recente decisão da Suprema Corte de Nova Iorque, o projeto venceu os contratempos legais e poderá ter prosseguimento. O parque tem inauguração prevista para 2019. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar