O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Laboratório
  4. Estados Unidos
  5. SmithGroup
  6. 2015
  7. Centro de Pesquisa em Energia Solar Chu Hall / SmithGroup

Centro de Pesquisa em Energia Solar Chu Hall / SmithGroup

Centro de Pesquisa em Energia Solar Chu Hall / SmithGroup
Centro de Pesquisa em Energia Solar Chu Hall / SmithGroup, © Bruce Damonte
© Bruce Damonte

© Bruce Damonte © Bruce Damonte © Bruce Damonte © Bruce Damonte + 26

  • Arquitetos

  • Localização

    Lawrence Berkeley National Laboratory, Berkeley, CA, Estados Unidos
  • Construção

    McCarthy Building Companies
  • Área

    3623 m²
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Descrição enviada pela equipe de projeto. O recentemente inaugurado Centro de Pesquisa de Energia Solar de $59 milhões foi aberto no Laboratório Nacional Lawrence Berkeley do Departamento de Energia dos Estados Unidos (Berkeley Lab). Oficialmente chamado de Chu Hall em homenagem ao antigo secretário do Departamento de Energia e diretor do laboratório, Steven Chu, o edifício foi projetado por SmithGroupJJR.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Chu Hall é a última adição do Berkeley Lab a um conjunto de edifícios que criam um centro de pesquisa interativa e colaborativa. Situado no bairro da Old Town, o novo edifício de 3620 m² e três pavimentos é o novo centro para 100 pesquisadores, a maior parte integrante do Centro Conjunto para a Fotossíntese Artificial, (JCAP, em sua sigla em inglês), o maior programa de pesquisa estadunidense dedicado ao desenvolvimento de uma tecnologia de geração de energia com combustíveis solares artificiais. Anteriormente, os pesquisadores de JCAP trabalhavam em um espaço alugado em West Berkeley. Além dos pesquisadores da JCAP o edifício também abriga os escritórios administrativos do Instituto Kavli de nanociência, que explora a ciência da energia e os nanomateriais.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

O Chu Hall possui três componentes arquitetônicos, cada um deles situado em um dos três pavimentos do edifício.

O pavimento 1 é o subsolo que atua como base, ocupando mais de 50% da metragem geral e projetado para ser um espaço de vibração ultra-baixa, destinado aos laboratórios sensíveis a luz e à vibração. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Planta Subsolo
Planta Subsolo

O pavimento 2, localizado no térreo, está o espaço chamado de "Breezeway". Projetado para fomentar a interação interdisciplinar, é o lugar da porta principal e hall de entrada, espaços de escritórios compartilhados pelos pesquisadores principais, locais de trabalho individual para pesquisadores de teoria e salas de conferências grandes e pequenas.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Planta Térreo
Planta Térreo

O pavimento 3 é a "Coroa", uma forma retangular simples que abriga os espaços de laboratório úmido, assim como a pesquisa para desenvolver a tecnologia necessária para a montagem de componentes em nanoescala nos sistemas ativos.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Planta Primeiro Pavimento
Planta Primeiro Pavimento

No lado externo, um novo espaço de pátio serve como ponto de encontro central utilizado por pesquisadores de Chu Hall, assim como os laboratórios próximos no bairro do Centro Antigo.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

“Áreas de atividades e um ambiente aberto e flexível de escritórios no centro do complexo criam oportunidades para a colaboração científica e a interação tanto dentro como fora do ambiente do laboratório. O novo edifício oferece um centro de tecnologia de última geração que cumpre com todos os requisitos de laboratório especializados necessários para dar suporte ao desenvolvimento da tecnologia artificial de geração de combustível solar" diz Suzanne Napier, AIA, LEED AP BD+C, arquiteta diretora de SmithGroupJJR, responsável do Estúdio de Ciência e Tecnologia da empresa em São Francisco.

Corte
Corte

Seguindo a missão de Chu Hall em criar "fontes de energia sustentáveis, neutras em carbono", o projeto e a construção do edifício responderam voluntariamente ao requerimento do Departamento de Energia da economia de 30% em energia baseado em ASHRAE 90.1. A certificação LEED Gold é esperada.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Características de eficiência energética e elementos de desenho sustentáveis incluem a recuperação de calor, que no inverno utiliza a energia de calor residual do edifício para aquecer o ar externo introduzido no edifício e no verão o resfria; caldeiras de condensação de alta eficiência, resfriadores de alto desempenho com variadores de frequência, sistema de evaporação de pré-resfriamento híbrido, e terminais de Variadores de Volume de Ar individuais com interruptor de bloqueio para as janelas - em essência, um sistema mecânico que sabe quando uma janela está aberta em algum espaço dos escritórios. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Medidas de energia de iluminação e conservação de água são significativas em Chu Hall. Uma metragem reduzida do edifício nos pavimentos 2 e 3 com abundantes aberturas e claraboias permitem a entrada de luz natural e minimiza o consumo energético para iluminação. Além disto, iluminação eficiente e com lâmpadas de LED utilizam sensores de iluminação e controles com sensores de presença e de luz natural, que controlam o consumo quando há luz natural suficiente disponível. O consumo de água é reduzido em 30% com acessórios de tubulações econômicas, paisagismo com sistema de rega eficiente por gotejamento e seleção de espécies resistentes a baixa irrigação. 

Corte
Corte

Outras características sustentáveis de Chu Hall incluem um teto verde nas partes norte e sul do nível 1 para proporcionar aumento da qualidade no isolamento térmico e reduzir ao máximo o ganho de calor, aliado a um eixo leste-oeste com a menor fachada orientada ao sul. Vidros eficientes de baixa emissividade são utilizados no exterior. O desenvolvimento das instalações foi reduzido através do uso de estacionamento adjacente, o que permite reduzir as áreas pavimentadas e aumentar o uso de espécies nativas. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

As energias renováveis incluem painéis solares de aquecimento de água para os sanitários. Painéis fotovoltaicos alimentam tomadas elétricas nos escritórios do nível 3.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

O projeto de $59 milhões foi financiado pela Universidade da Califórnia, a Comissão de Serviços Públicos da Califórnia e de créditos por parte do Estado da Califórnia, junto com o apoio privado.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
SmithGroup
Escritório
Cita: "Centro de Pesquisa em Energia Solar Chu Hall / SmithGroup" [Chu Hall - Solar Energy Research Center / SmithGroup] 10 Mai 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/787122/centro-de-pesquisa-em-energia-solar-chu-hall-smithgroupjjr> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.