Ampliar imagem | Tamanho original
A edificação implanta-se na margem norte do Grand Canal de Veneza, e a fachada de mármore esculpida evidencia seu esplendor original. O Palazzo Santa Sofia — ou o Ca D'Oro (Casa do Ouro) — como também é conhecido, é um dos exemplos mais notáveis da arquitetura gótica tardia veneziana, que combinou elementos existentes na arquitetura gótica, mourisca e bizantina em uma estética única, que simbolizava o império mercantil cosmopolita da República Veneziana. Construído para servir como residência do rico empresário e político veneziano Marin Contarini, o palácio passou por um grande número de proprietários e renovações durante sua vida útil antes de finalmente tornar-se um museu para a pintura medieval e escultura. [1] O início do século 15 viu um período de destaque sem precedentes para a jovem República de Veneza - precursora da "Idade do ouro" da Sereníssima. Uma sucessão de vitórias militares nas décadas anteriores havia absorvido as cidades continentais de Verona e Vicenza para a República, transformando a cidade-estado marítima em uma das mais poderosas entidades na península italiana. Os recursos obtidos com essas novas aquisições, combinado com impressionantes redes de comércio de Veneza, mostrou-se tão rentável que, pelos anos 1420, Veneza foi oficialmente o Estado mais rico, não só na Itália, mas de toda a Europa. [2] Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar