Ampliar imagem | Tamanho original
Boris Brorman Jensen e o filósofo Kristoffer Lindhardt Weiss foram escolhidos como curadores do Pavilhão da Dinamarca na Bienal de Veneza 2016. A exposição se concentrará no tema "humanismo", um "leitmotiv central na arquitetura dinamarquesa", que "promove um sentido de comunidade e expressa o orgulho cívico." Embora esteja no topo da agenda, os curadores comentam que "não há muito acordo em como, quando e através de que meios essa 'arquitetura humanista'  deveria ser realizada." Os curadores "querem apresentar um quadro dinâmico da arquitetura e do planejamento urbano dinamarqueses, mas também pretendem mergulhar mais fundo. É nossa ambição explorar, dissecar e discutir alguns dos paradoxos e conflitos que surgem com o novo humanismo na arquitetura contemporânea." A arquitetura e os espaços urbanos do estado de bem estar dinamarquês são projetados tendo o humanismo como base ideológica. De escolas, câmaras municipais e hospitais a habitações sociais, adaptações climáticas, áreas recreacionais, parques e infraestruturas - tudo está associado a ideais humanistas.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar