O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Teatro De Ópera
  4. China
  5. MAD Architects
  6. 2015
  7. Ópera de Harbin / MAD Architects

Ópera de Harbin / MAD Architects

  • 11:00 - 23 Dezembro, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Ópera de Harbin / MAD Architects
Ópera de Harbin / MAD Architects, © Hufton+Crow
© Hufton+Crow

© Adam Mørk © Adam Mørk © Hufton+Crow © Adam Mørk + 34

  • Arquitetos

  • Localização

    Harbin, Heilongjiang, China
  • Diretores

    Ma Yansong, Dang Qun, Yosuke Hayano
  • Área

    7900 m2
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

  • Equipe de Projeto

    Jordan Kanter, Daniel Gillen, Bas van Wylick, Liu Huiying, Fu Changrui, Zhao Wei, Kin Li ,Zheng Fang, Julian Sattler, Jackob Beer, J Travis Russett, Sohith Perera, Colby Thomas Suter, Yu Kui, Philippe Brysse, Huang Wei, Flora Lee, Wang Wei, Xie Yibang, Lyo Hengliu, Alexander Cornelius, Alex Gornelius, Mao Beihong, Gianantonio Bongiorno, Jei Kim, Chen Yuanyu, Yu Haochen, Qin Lichao, Pil-Sun Ham, Mingyu Seol, Lin Guomin, Zhang Haixia, Li Guangchong, Wilson Wu, Ma Ning, Davide Signorato, Nick Tran, Xiang Ling, Gustavo Alfred Van Staveren, Yang Jie
  • Engenheiros Associados

    Beijing Institute of Architectural Design
  • Consultores de Revestimentos de Fachadas

    Inhabit Group, China Jingye Engineering Co., Ltd.
  • BIM

    Gehry Technologies Co., Ltd.
  • Paisagismo

    Turenscape, Earthasia Design Group
  • Design de Inteiores

    MAD Architects, Shenzhen Z&F Culture Construction Co., Ltd.
  • Iluminação

    Toryo International Lighting Design Center, Beijing United Artists Lighting Design Co., Ltd.
  • Consultoria Acústica

    Zhang Kuisheng Acoustics Research Institute of Shanghai Modern Design Group
  • Projeto Luminotécnico

    EKO Lighting Equipment Co., Ltd.
  • Projeto Mecânico

    Chinese PLA General Armament Institute of Engineering Design
  • Projeto Gráfico Sinalização

    Shenzhen Freesigns Signage Co., Ltd.
  • Mais informações Menos informações
© Adam Mørk
© Adam Mørk

Descrição enviada pela equipe de projeto. O escritório MAD Architects revela a recém concluída Opera House de Harbin , localizada ao norte da cidade chinesa de Harbin. Em 2010, MAD venceu o concurso público internacional para a Ilha Cultural Harbin, um plano geral para a Opera House, um centro cultural e o paisagismo circundante ao longo do rio Songhua. A Opera House é o ponto focal da Ilha Cultural, ocupando uma área de construção de aproximadamente 7900 m2 com mais de 180 hectares de área total. Dispõe de um grande teatro que pode abrigar mais de 1.600 pessoas e um teatro menor para acomodar um público intimista de 400.

© Adam Mørk
© Adam Mørk
Planta Baixa - 1° Pavimento
Planta Baixa - 1° Pavimento
© Adam Mørk
© Adam Mørk

Incorporado dentro de zonas úmidas de Harbin, a Opera House foi concebida em resposta à força e espírito do deserto selvagem ao norte da cidade e seu clima gelado. Surgindo como se fosse esculpida pelo vento e pela água, a edificação combina perfeitamente com a natureza e a topografia - a mescla entre identidade local, arte e cultura. "Nós encaramos a Opera House como um centro cultural do futuro - um local de desempenho enorme, bem como um espaço público dramático que incorpora a integração do ser humano, da arte e da identidade da cidade, enquanto sinergicamente mistura-se com a natureza circundante," disse Ma Yansong, fundador principal do MAD Architects.

© Adam Mørk
© Adam Mørk

No exterior, a arquitetura faz referência à paisagem sinuosa da região. A fachada curvilínea composta por painéis de alumínio branco e liso suaviza os limites da edificação. O percurso começa ao cruzar a ponte para a Ilha Cultural de Harbin, onde a massa ondulante de arquitetura envolve uma grande praça pública, e durante os meses de inverno, funde-se com o ambiente de inverno nevado.

© Adam Mørk
© Adam Mørk

A procissão arquitetônica coreografa uma narrativa conceitual, que transforma visitantes em artistas. Ao entrar no saguão principal, os visitantes verão grandes paredes de vidro transparente que medem o grande lobby, conectando visualmente o interior curvilíneo com a fachada exterior, chegando até a praça. Acima, uma parede de vidro cristalino avança sobre o grande lobby com o apoio de uma estrutura leve. Compostos por pirâmides de vidro, os suplentes de superfície suave e facetada, fazem referência à neve e gelo do clima gelado. Os visitantes são recebidos com a simples opulência de luz natural - tudo isso antes de tomar seu assento.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Apresentando um elemento acolhedor e convidativo, o grande teatro é revestido em madeira, emulando um bloco de madeira que foi corroído suavemente. As paredes de madeira envolvem suavemente o palco principal e os assentos do teatro. A partir do proscênio para o mezanino, o uso de materiais simples e configuração espacial fornecem uma acústica de nível internacional. O grande teatro é iluminado em parte por uma claraboia sutil que conecta o público ao exterior e à passagem do tempo.

© Adam Mørk
© Adam Mørk
Corte Longitudinal
Corte Longitudinal
© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Dentro do segundo teatro, menor, o interior está conectado de forma transparente ao exterior pela grande janela panorâmica atrás do palco. Esta parede de vidro, à prova de som, oferece um cenário natural cênico para performances e ativa o palco como uma extensão do ambiente ao ar livre, inspirando oportunidades de apropriação.

© Adam Mørk
© Adam Mørk

A Opera House enfatiza a interação e participação do público com o prédio. Ambos associados e público em geral podem explorar caminhos esculpidos na fachada do edifício e subir como se estivessem atravessando a topografia local. No ápice, o visitante descobre um espaço de atuação aberto exterior que serve como uma plataforma de observação para os visitantes com a vista panorâmica do horizonte metropolitano de Harbin e as zonas pantanosas que a rodeiam abaixo. Após a descida, os visitantes retornam para a praça pública e são convidados a explorar este grandioso átrio.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow
Corte Longitudinal
Corte Longitudinal
© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Superando o complexo tipológico da Opera House, MAD articula uma arquitetura inspirada na natureza que remete a cultura e arte local. Como a Opera House aprofunda a conexão emocional do público com o meio ambiente, a arquitetura é, consequentemente, teatral, tanto no seu desempenho de espaços narrativos quanto no seu contexto dentro da paisagem.

© Adam Mørk
© Adam Mørk

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
MAD Architects
Escritório
Cita: "Ópera de Harbin / MAD Architects" [Harbin Opera House / MAD Architects] 23 Dez 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/779212/harbin-opera-house-mad-architects> ISSN 0719-8906