Biblioteca, Biblioteca de Jogos e Administração Municipal em Spiez / bauzeit architekten

Biblioteca, Biblioteca de Jogos e Administração Municipal em Spiez / bauzeit architekten

© Yves André© Yves André© Yves André© Yves André+ 25

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2003
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: TULUX
  • Gestão De Obras:BBR Architekten AG
  • Engenheiro Madeira:Pirmin Jung AG
  • Sinalização E Grafismos Fachada:Susanne Dubs, Designerin FH
  • Paisagismo:bbz landschaftsarchitekten GmbH
  • Planejamento Biblioteca:Bibliotheksplanung Chevalier GmbH
  • Engenharia Estrutural:Dahinden Beat GmbH
  • Engenharia De Serviços:Waldhauser + Hermann AG
  • Engenharia Hidráulica:Sandmeier Planung
  • Engenharia Elétrica:Bering AG
  • Construção Em Madeira:Boss Holzbau AG
  • Cliente:Municipality Spiez
  • área Do Terreno:8192 m²
  • Cidade:Spiez
  • País:Suíça
Mais informaçõesMenos informações
© Yves André
© Yves André

Descrição enviada pela equipe de projeto. Como parte de um concurso de projetos de duas etapas organizado em 2010 para a nova biblioteca da cidade de Spiez, o juri concedeu o prêmio de primeiro lugar ao projeto "Buchwert" ('tesouro de livros', termo do mundo dos jogos que associa valor aos livros) projetado por 'bauzeit architekten', com sede em Bienna.

© Yves André
© Yves André

O projeto consiste de um edifício de dois pavimentos feito em madeira, que forma um conjunto com dois edifícios existentes; a escola e o edifício principal de administração municipal. No primeiro pavimento encontramos uma extensão para a administração municipal (serviços sociais), e no térreo estão a biblioteca e uma biblioteca de jogos para as crianças. O projeto foi inaugurado em 2014.

© Yves André
© Yves André

O novo edifício como parte do conjunto de edifícios públicos define, com sua geometria, o espaço do entorno: no lado oriental, o parque mantém uma moldura espacial clara com suas árvores exóticas, enquanto que na porção ocidental uma distância suficiente é mantida entre o entorno residencial e os edifícios públicos. Ao norte, o conjunto se conecta com o sopé da colina de vinhedos de Spiez.

Planta Térreo
Planta Térreo

Os aspectos externos claramente o afirma como um edifício público de várias maneiras: As fachadas de madeira, isentas de qualquer elemento iconográfico que pode expressar uma utilização, apresentam um ritmo que dá uma unidade ao volume. Provocam uma certa monumentalização mas também uma calma que confere ao edifício uma presença modesta. A envoltória lembra a estrutura de livros nas prateleiras. O edifício de madeira integra a antiga tradição local, sem imitar as formas.

© Yves André
© Yves André

Grandes vigas de madeira maciça, que garantem tanto a proteção do sol e também atua como uma balaustrada vertical, são repletas com cerca de 172 títulos de livros e de jogos, em homenagem ao trabalho dos seus autores. Eles inspiraram frisos do edifício antigo em madeira em Bernese Oberland, que atravessou séculos e as palavras que nos questionam com delicadeza. A fachada do edifício novo faz referência à esses antigos processos dos marceneiros, relacionados em focar primeiro na técnica e depois no conteúdo. Realizar este trabalho manual nesta escala não é algo viável hoje em dia. As informações tipográficas foram então queimadas e gravadas com uma máquina a laser na madeira, às vezes em alto, às vezes em baixo-relevo. De acordo com a luz e o horário, as palavras são, por vezes, legíveis apenas olhando-se mais de perto. Com o passar do tempo, seus contornos tendem a tornar-se mais suaves, a rachar e receber a patina do sol, configurando talvez até uma certa imprecisão. Vão envelhecer e se tornar mais vivos e mais bonitos. Este trabalho foi levado ao projeto corporativo da biblioteca de Spiez, e também foi usado em seu sistema de sinalização interna.

Planta Primeiro Pavimento
Planta Primeiro Pavimento

Construir com Madeiras Suíças

A estrutura do edifício utilizou elementos de madeira pré-fabricados para as paredes e lajes. O desejo do cliente era de usar madeira certificada suíça. As placas são constituídas por elementos pré-fabricados com estrutura oca. As paredes externas são feitas por estruturas com colunas e vigas em madeira laminada. O exterior é coberto com um revestimento de madeira sobre madeira maciça. O revestimento da fachada envelhece bem e pode ser reparado facilmente; substituídos em todos eles juntamente ou pontualmente se necessário for, assim como as antigas construções no 'Oberland'. O lado interno também é coberto com painéis em madeira laminada (paredes e teto) que confere um caráter específico para a atmosfera interior.

© Yves André
© Yves André

A organização dos espaços internos pode ser modificada livremente graças às paredes de separação não portantes. Neste período que as madeiras são muitas vezes importadas de países estrangeiros, e devido à situação monetária da Suíça, é necessário sublinhar o fato excepcional que mais de 98% de 451 m³ de madeira utilizada para a construção do edifício resulta de florestas suíças renováveis.

© Yves André
© Yves André

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Sonnenfelsstrasse, 3700 Spiez, Suíça

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Biblioteca, Biblioteca de Jogos e Administração Municipal em Spiez / bauzeit architekten" [Library, Game Library & Municipality Administration in Spiez / bauzeit architekten] 03 Set 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/772610/biblioteca-biblioteca-de-jogos-e-administracao-municipal-em-spiez-bauzeit-architekten> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.