Encontros USINA 25: Evento na Matilha Cultural discute o filme Capacetes Coloridos

Encontros USINA 25: Evento na Matilha Cultural discute o filme Capacetes Coloridos

O terceiro encontro do Projeto USINA 25 será dedicado à exibição e debate do filme Capacetes Coloridos (2007). Ao traçar um paralelo entre o canteiro de obras da ampliação do campus da USP Leste e o canteiro do mutirão autogerido da Associação Paulo Freire (ligada ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra Leste 1 de São Paulo), o documentário traz à tona uma série de questões sobre o fazer arquitetônico na periferia do sistema capitalista.

Após a exibição do filme, haverá um debate com a participação de Paula Constante (diretora), Tiarajú Pablo D'Andrea (compositor da trilha sonora original e colaborador no argumento do filme) e Cristiane Lima (liderança do movimento de moradia e uma das mutirantes entrevistadas no filme). A conversa será mediada pelo cientista social Sandro Barbosa.

A seguir, as informações detalhadas do evento:

Capacetes coloridos: exibição e debate após o filme

  • com Paula Constante, Tiarajú Pablo D'Andrea, Cristiane Lima e Sandro Barbosa (mediação)
  • Sábado, 08/08 às 17h.
  • Matilha Cultural. Rua Rego Freitas, 542, São Paulo-SP. Próximo ao Metrô República.

O evento é gratuito e não é necessário fazer inscrição. Para acompanhar as próximas ações do Projeto USINA 25, deixe seu email aqui.

SOBRE O PROJETO USINA 25

Fundada em 1990 por profissionais de diversos campos de atuação como uma assessoria técnica a movimentos sociais, a USINA - Centro de Trabalhos para o Ambiente Habitado tem atuado no sentido de articular processos que envolvam a capacidade de planejar, projetar e construir pelos próprios trabalhadores, mobilizando fundos públicos em um contexto de luta pelas reforma urbana e agrária.

A equipe da USINA tem a intenção de superar a produção autoral e estritamente comercial da Arquitetura e do Urbanismo e busca, para tanto, integrar e engendrar processos alternativos à lógica do capital através de experiências sociais, espaciais, técnicas e estéticas contra-hegemônicas.

Em 2015, a USINA completou 25 anos de atuação. Visando preservar e ativar a memória dos principais processos desenvolvidos pela USINA nesse período, a atual equipe da assessoria deu início ao Projeto USINA 25 - Arquitetura como prática política.

Cortesia de USINA CTAH
Cortesia de USINA CTAH

Nesse contexto, alguns pesquisadores externos foram convidados a iniciarem um processo de pesquisa visando a criação de um documentário baseado no material de arquivo da assessoria e em entrevistas com técnicos, lideranças de movimentos sociais e mutirantes envolvidos nos principais processos desenvolvidos pela USINA.

Tendo como fio condutor a trajetória da USINA, este documentário visa situar a relevância histórica e as contribuições originais de arquitetos/as, cientistas sociais e profissionais de outros campos de atuação que se colocaram a serviço da efetivação do direito à moradia e do direito à cidade através de processos desenvolvidos junto a movimentos sociais – quer seja nos projetos desenvolvidos em conjunto com os futuros moradores, na inovação tecnológica e produtiva, nos processos de educação popular ou na organização do trabalho no canteiro de obras.

Por meio de exemplos concretos, pretende-se: 1) demonstrar que há espaço para o desenvolvimento de propostas com alta qualidade técnica e arquitetônica no âmbito da habitação de interesse social; 2) contar parte da história da luta por moradia e pela reforma urbana no Brasil e 3) abordar criticamente o papel das políticas públicas relacionadas à provisão habitacional no país.

Para tanto, a equipe envolvida na produção do documentário planeja abordar algumas das experiências mais significativas desenvolvidas pelos profissionais que passaram pela USINA, a exemplo do COPROMO, do Mutirão União da Juta e do Mutirão Paulo Freire – construídos em São Paulo (SP) –, do projeto da Cidade da Reforma Agrária – feito a convite do MST para o Assentamento Ireno Alves dos Santos, em Rio Bonito do Iguaçu (PR) – e do projeto de Reassentamento da Comunidade do Piquiá de Baixo – em Açailândia (MA).

Como parte deste processo, serão realizados diversos encontros públicos para tratar de temas que dizem respeito à atuação da USINA nos últimos 25 anos. Para acompanhar a programação, acesse a página do Projeto USINA 25 no Facebook.

SOBRE OS CONVIDADOS

PAULA CONSTANTE - É diretora de cinema pela Academia Internacional de Cinema, tendo dirigido o filme "Capacetes Coloridos" (2007). Além disso, é mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU USP), onde também cursou a graduação em Arquitetura e Urbanismo.

TIARAJÚ PABLO D'ANDREA - É sociólogo e músico. Trabalhou na USINA CTAH entre 2006 e 2009, tendo atuado como educador popular no Mutirão Paulo Freire (Cidade Tiradentes, São Paulo - SP). A partir desta experiência, compôs a trilha sonora do documentário “Capacetes Coloridos” (2007), que resultou no CD homônimo. Pela USINA, Tiarajú também trabalhou nas favelas Real Parque e Jardim Panorama. A partir dessa experiência, desenvolveu a pesquisa de mestrado: “Nas Tramas da Segregação: O Real Panorama da Pólis”, em 2008, no Departamento de Sociologia da USP. Em 2013 defendeu sua tese de doutorado: “A formação dos sujeitos periféricos: cultura e política na periferia de São Paulo”, também pelo Departamento de Sociologia da USP. Em 2015 lançou seu segundo CD, “Latinoamerisamba”.

CRISTIANE LIMA - É coordenadora da União dos Movimentos de Moradia (UMM). Foi mutirante e coordenadora do Mutirão Paulo Freire, o primeiro grupo do movimento popular a assinar o contrato para uma obra em autogestão desde o final da gestão Luiza Erundina, em 1992.

SANDRO BARBOSA - É cientista social pelo Centro Universitário Fundação Santo André (CUFSA) e mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo, Campus Guarulhos (UNIFESP). Concluiu em julho de 2011 o curso de extensão e especialização em Economia Solidária e Tecnologia Social na América Latina na Pós-Graduação do Instituto de Geo-Ciências da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atua na área de Educação Popular da USINA CTAH.

  • Título

    Encontros USINA 25: Discussão do filme Capacetes Coloridos
  • Organizadores

  • De

    08 de Agosto de 2015 05:00 PM
  • Até

    08 de Agosto de 2015 07:00 PM
  • Onde

    Matilha Cultural
  • Endereço

    Rua Rêgo Freitas, 542 - República, São Paulo - SP, 01220-010, Brasil

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "Encontros USINA 25: Evento na Matilha Cultural discute o filme Capacetes Coloridos" 04 Ago 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/771320/encontros-usina-25-evento-na-matilha-cultural-discute-o-filme-capacetes-coloridos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.