Ampliar imagem | Tamanho original
O cliente estava de férias com a família, nas proximidades de Porto, numa casa que pertence a sua família há várias gerações. Na fronteira da propriedade haviam duas casas abandonadas, ligadas uma a outra, que foram posteriormente adquiridas pelo cliente com o objetivo de convertê-las em uma casa de hóspedes. Desde que queríamos fazer um único objeto em comunicação com a principal propriedade, fizemos um único corte para criar uma abertura. Este corte foi cuidadosamente escolhido, a fim de alcançar a melhor relação entre as duas casas antigas. No final, elas se tornaram um objeto único, uma vez que possuem o mesmo material nas paredes e telhado. Este abrigo é completado pela adição de pedaços de madeira maciça que organizam o espaço, o material do piso torna-se o mesmo do mobiliário. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar