Ampliar imagem | Tamanho original
Mês passado, o escritório da UNESCO no Afeganistão, em colaboração com o Ministério da Informação e Cultura do país, anunciou a proposta vencedora para o Centro Cultural de Bamiyan. Uma equipe argentina, liderada por Carlos Nahuel Recabarren, Manuel Alberto Martínez Catalán e Franco Morero, foi selecionada entre 1.070 propostas enviadas de 117 países. Agora, todos os projetos podem ser vistos na galeria online do Centro Cultural em Bamiyan, onde permanecerão disponíveis por três meses. "O concurso superou as expectativas e contribuiu para criar uma imagem nova e positiva da cultura no Afeganistão. Essa exposição busca mostrar o extraordinário esforço que a comunidade arquitetônica e cada participante realizou para esse concurso", escreveu a UNESCO. Com generoso auxílio financeiro da República da Coreia, o centro cultural será construído no terreno adjacente ao Sítio Arqueológico de Bamiyan, tombado pelo Patrimônio Mundial, e busca promover a arte, a história, a música e a interação comunitária. Ao avaliar as propostas, o júri, composto por sete membros, focou em "princípios de projeto que enfatizassem a inovação, as necessidades comunitárias, a consciência ambiental, a sustentabilidade e a conexão com a paisagem natural e cultura do Vale Bamiyan." Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar