O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Arquitetas Invisíveis apresentam 48 mulheres na arquitetura: "Nas Sombras"

Arquitetas Invisíveis apresentam 48 mulheres na arquitetura: "Nas Sombras"

  • 06:30 - 9 Março, 2015
  • por Arquitetas Invisíveis
Arquitetas Invisíveis apresentam 48 mulheres na arquitetura: "Nas Sombras"
Arquitetas Invisíveis apresentam 48 mulheres na arquitetura: "Nas Sombras", Cortesia de Arquitetas Invisíveis
Cortesia de Arquitetas Invisíveis

Para celebrar o Dia das Mulheres, pedimos ao coletivo brasileiro Arquitetas Invisíveis, com sede em Brasília, que compartilhassem conosco parte de sua pesquisa que identifica e enaltece o trabalho das mulheres na Arquitetura e Urbanismo, elas gentilmente nos cederam este material - que apresenta 48 mulheres divididas em sete categorias: pioneiras, "nas sombras", arquitetura, paisagismo, arquitetura social, urbanismo e arquitetura sustentável – que será publicado separadamente durante esta semana.

Hoje, apresentamos as arquitetas que viveram "nas sombras" de grandes nomes da arquitetura mundial.

Eileen Gray. Cortesia de Christie's Ray e Charles Eames. © Eames Office Lilly Reich. Imagem via rauminhalt Chartlotte Perriand. Imagem via The Lost Innocence + 17

Nas sombras 

Infelizmente, muitas arquitetas de altíssima qualidade sofreram as nefastas consequências da estrutura social misógina na qual estavam inseridas. Mesmo atuando de maneira substancial e brilhante, raramente galgaram os méritos de seus feitos, muitas vezes concedidos a um arquiteto, por este ser homem. Entre elas, algumas tiveram seus trabalhos legados ao segundo plano devido à ascensão de seus colegas de trabalho, como Aino Aalto, Eileen Gray, Ray Eames e Charlotte Perriad. Outras sofreram mais com as consequências de reviravoltas políticas, como Lilly Reich. Já Marion Mahony Griffin, além de sua colaboração (não reconhecida) com Frank Lloyd Wright, foi uma grande desenhista e ilustradora do estilo da Pradaria, além do projeto para a cidade de Canberra na Austrália. Entre elas, porém, o caso mais conhecido é o de Denise Scott Brown, cujo mérito de sua obra foi ignorado de forma ostensiva, enquanto seu marido recebeu o Prêmio Pritzker sozinho por uma trajetória que, na realidade, foi notoriamente colaborativa. 

AINO AALTO

Aino Aalto. © Fair Use publicado por J Milbirn
Aino Aalto. © Fair Use publicado por J Milbirn

Arquiteta finlandesa nascida em 1894. Em 1932 Aino venceu Alvar Aalto, seu companheiro de vida e de profissão, em uma competição de design, com seus famosos "Aalto Glasses" (copos Aalto), que também ganharam medalha de ouro na Trienal de Milão. Faleceu em 1949, aos 55 anos de idade.

Aino Aalto Glass. Imagem: Domínio Público. Autor Desconhecido.
Aino Aalto Glass. Imagem: Domínio Público. Autor Desconhecido.

CHARLOTTE PERRIAND

Chartlotte Perriand. Imagem via The Lost Innocence
Chartlotte Perriand. Imagem via The Lost Innocence

Arquiteta francesa nascida em 1903. Faleceu em 1999, aos 96 anos de idade. Ao estudar design de mobiliário em Paris, Charlotte Perriand se candidatou a uma vaga no escritório de Le Corbusier em 1927. Ele a descartou dizendo: "Nós não bordamos almofadas aqui". No entanto, quando ela foi convidada para expor sua reforma de um apartamento no Salon d'Automne, Le Corbusier percebeu seu trabalho - ficou tão impressionado que ofereceu a ela um trabalho. Um ano após ingressar no escritório de Le Corbusier, Perriand projetou três das cadeiras mais icônicas, a B301, B306 e a LC2 Grand Comfort, agregando um pouco de caráter humano à obra racional do arquiteto.

DENISE SCOTT BROWN

Denise Scott Brown. © Frank Hanswijk
Denise Scott Brown. © Frank Hanswijk

Natural da Zâmbia e dos Estados Unidos, nasceu em 1931. Escreveu o livro “Aprendendo em Las Vegas: o simbolismo esqueceu-se da forma arquitetônica”, em parceria com Robert Venturi e Steven Izenour. Passou por uma polêmica quando apenas seu marido ganhou o Prêmio Pritzker em 1991, com o júri ignorando a parceria entre os dois e colocando Venturi como único homenageado. Ela não compareceu à cerimônia de entrega do prêmio, mas seu marido declarou na ocasião que a arquitetura é a mais colaborativa das artes.

EILEEN GRAY

Eileen Gray. Cortesia de Christie's
Eileen Gray. Cortesia de Christie's

Arquiteta irlandesa nascida em 1878. Em 1937 foi convidada por Le Corbusier para participar do seu pavilhão na Exposição de Paris, com um projeto para um centro de eventos. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, Gray foi obrigada a deixar Paris, refugiando-se em Londres e na Irlanda. Após o fim da Guerra ela retornou a Paris onde retomou sua produção de peças de mobiliário, porém permaneceu esquecida em meio a outros arquitetos e designers que estavam em ascensão. Quando morreu, em 1976, teve sua morte anunciada na rádio francesa. Foi a primeira vez em que o nome Elieen Gray havia sido mencionado em uma transmissão de rádio.

LILLY REICH

Lilly Reich. Imagem via rauminhalt
Lilly Reich. Imagem via rauminhalt

Arquiteta alemã nascida em 1885. Iniciou sua carreira como estilista, única profissão no campo do design na qual as mulheres eram aceitas na época. Em 1920, foi a primeira mulher a ser diretora da empresa Werkund. Foi lá que conheceu o arquiteto Mies van der Rohe, com o qual trabalhou durante 13 anos. Foi colaboradora em muitos dos famosos projetos atribuídos ao arquiteto, como o Pavilhão de Barcelona, tendo recebido os créditos de sua parceria apenas muitos anos após a sua morte. Em 1930, entrou para a Bauhaus junto com Mies, tornando-se a primeira mulher a ser professora na escola. Foi responsável por salvar mais de 4000 desenhos e documentos do escritório de Mies, que foi posteriormente bombardeado durante a II Guerra Mundial. 900 desses documentos foram de trabalhos concluídos por ela após a mudança de Mies. Faleceu em 1947, aos 62 anos de idade.

Cadeira LR 120. © MoMA
Cadeira LR 120. © MoMA
LR 500. © MoMA
LR 500. © MoMA

MARION MAHONY GRIFFIN

Marion Mahony Griffin. Imagem: Domínio Público
Marion Mahony Griffin. Imagem: Domínio Público

Arquiteta norte-americana nascida em 1871. Além de arquiteta era horticultora, designer gráfica, pintora e ativista política. Foi a segunda mulher a ser graduada em arquitetura pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e a primeira a ser registrada como arquiteta no estado de Illinois. Trabalhou com Frank Lloyd Wright e contribuiu imensamente para a divulgação e disseminação do estilo arquitetônico da Pradaria, tendo feito residências desse estilo não só nos EUA, onde o movimento nasceu, mas também na Índia e na Austrália. Faleceu em 1961, aos 90 anos de idade.

Corte em Aquarela Estúdio do Artista. Imagem: Domínio Público
Corte em Aquarela Estúdio do Artista. Imagem: Domínio Público
Projeto Canberra Aquarela. Imagem: Domínio Público
Projeto Canberra Aquarela. Imagem: Domínio Público

RAY EAMES

Ray e Charles Eames. © Eames Office
Ray e Charles Eames. © Eames Office

Arquiteta norte-americana nascida em 1912. Foi co-fundadora junto ao seu marido, Charles Eames, do Eames Office Design. A partir da década de 1970, Ray deixou mais claro sua contribuição no escritório, onde praticamente todos os projetos eram co-autoria do casal. Desenvolveu importante papel na sociedade com produções artísticas sobre o feminismo. Faleceu em 1988, aos 76 anos de idade.

Interiores, Casa Eames. © architectenwerk.nl
Interiores, Casa Eames. © architectenwerk.nl
Eames Wood. © Hochgeladen von Sandstein
Eames Wood. © Hochgeladen von Sandstein
Escultura Plywood. © Eames Office
Escultura Plywood. © Eames Office
Hang it all. Imagem via Flickr user apartment therapy. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Hang it all. Imagem via Flickr user apartment therapy. Used under Creative Commons

Não deixe de acompanhar e conhecer durante esta semana as arquitetas presentes nas outras categorias.
E veja as outras categorias já publicadas aqui.

Cita: Arquitetas Invisíveis. "Arquitetas Invisíveis apresentam 48 mulheres na arquitetura: "Nas Sombras"" 09 Mar 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/763358/arquitetas-invisiveis-apresentam-48-mulheres-na-arquitetura-nas-sombras> ISSN 0719-8906