Ampliar imagem | Tamanho original
Muito tempo depois da primeira viagem do homem à Lua, a ideia de colonizar o espaço continua a nos fascinar, aparecendo como tema de inúmeras obras de ficção científica e mesmo de propostas arquitetônicas. Para os arquitetos , essa nova fronteira é vista como um tema tentador a ser explorado, capaz de gerar tipologias completamente novas de habitação. Essa fascinação é a base do trabalho final de graduação de Luis Daniel Pozo na Universidade de Artes Aplicadas de Viena, no qual o estudante desenvolve protótipos possíveis para "a cidade acima dos céus." Batizado com a palavra grega Peripeteia, o projeto de Pozo representa um momento decisivo para a humanidade provocado pela exploração espacial. Sob orientação do professor Hani Rashid, Pozo estudou diversas propostas conceituais anteriores, como por exemplo a Flying City de Georgy Krutikov, a Asteromo de Paolo Soleri e a New City de Greg Lyhn. Esses trabalhos formaram a base teórica sobre a qual Pozo pôde referenciar conceitos científicos de Gerad O’Neil para organizar um sistema no qual a vida é possível no espaço através da "Gravidade Artificial". Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar