Ampliar imagem | Tamanho original
Sem refrigeração, sem calefação. Enquanto os edifício requerem cada vez menos energia, mais e mais se gasta na manutenção e no serviço necessário para manter esta redução. A perspectiva dos edifícios que funcionam como estações de energia, lembra muito às promessas da modernidade. O único fator perturbador neste balanço energético num mundo ideal, no entanto, é o elemento humano. be baumschlager eberle não tem nenhuma intenção em substituir a natureza com a tecnologia neste edifício de escritórios em Lustenau, Áustria. Seu objetivo é estabelecer uma coerência significativa para o usuário.  O edifício não possui calefação, ventilação ou sistema de refrigeração, o fluxo de energia é controlado por um software. Mas sobretudo, no entanto, este é um edifício de pedra com paredes, portas e ambientes com pé-direito alto. Necessita-se pouca energia cinza, e os meios arquitetônicos elementais são utilizados para criar uma sensação de bem-estar que é derivada das proporções agradáveis e o uso auto-explicativo. Os fundamentos construtivos e energéticos necessários para alcançar este efeito ilustram a sabedoria e experiência dos arquitetos ao longo de 28 anos. A envolvente tem uma estrutura de paredes ocas, que consiste em tijolos de 36 centímetros. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar