O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. "Viagem ao interior de um horto": jardim coletivo, parque e espaço cênico

"Viagem ao interior de um horto": jardim coletivo, parque e espaço cênico

"Viagem ao interior de um horto": jardim coletivo, parque e espaço cênico
"Viagem ao interior de um horto": jardim coletivo, parque e espaço cênico, © Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla
© Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla

Os arquitetos de Serrano + Baquero Arquitectos compartilharam conosco seu projeto "Viagem ao Interior de um Horto", a recuperação de um horto abandonado na localidade de Nigüelas, em Granada, Espanha. Seu projeto não é apenas um exercício de memória, mas também proporciona a seus habitantes um novo espaço público que reativa o horto - agora de gestão coletiva - e inclui um parque e um palco para um cinema de verão, apresentações e concertos.

Texto dos arquitetos.

"Minhas primeiras emoções estão ligadas à terra e aos trabalhos do campo. Por isto há em minha vida um complexo agrário, como chamariam os psicanalistas. Amo a terra. Sinto-me ligado a ela em todas as minhas emoções. Minhas recordações mais antigas de criança tem sabor de terra. A terra, o campo, tem feito grandes coisas em minha vida. Os bichos da terra, os animais, a população rural, geram estímulos que surgem para poucos. Eu as capto agora com o mesmo espírito de meus seis anos. Do contrário não poderia ter escrito Bodas de sangre"". García Lorca, Federico. Entrevista de R. Luna. Crítica, Buenos Aires. 1934

Planta de Situação
Planta de Situação

Propõe-se o aprimoramento em valor e uso de um horto abandonado que permaneceu intacto no limite entre o núcleo urbano e as plantações agrícolas, fazendo um exercício de memória e oferecendo à população um novo espaço público: um horto de gestão coletiva, um parque e um espaço cênico usado como cinema de verão, palco para apresentações e concertos e plataforma para a conhecida banda da cidade.

Neste horto, muitas das pessoas entrevistadas costumavam brincar quando crianças, passando as manhãs banhando-se nos canais, escondidos atrás dos marmelos ou fazendo piqueniques à sombra dos carvalhos enquanto seus pais ou avós cuidavam do cultivo.

Princípios de Projeto
Princípios de Projeto

A intervenção pretende recuperar estas memórias utilizando e valorizando os elementos pré-existentes. Um caminho escavado no horto, unindo os pontos estratégicos, faz com que seja possível entender o lugar, o odor dos marmelos, a sombra do carvalho, as vistas do vale e o som da água, que é acumulada em duas piscinas para a irrigação do novo horto, gerenciado por oficinas de emprego, crianças do colégio ou aposentados.

Estratégia de Projeto
Estratégia de Projeto

Uma única ação foi necessária para realizar o projeto: o deslocamento de material, de modo que a terra extraída para criar o caminho foi empilhada para regenerar o horto.

Ao final da estrada vemos o palco, abaixo do qual se localizam o depósito e os bastidores aproveitando uma barreira acústica existente formada pelas castanheiras.

Planta
Planta

Para reduzir a alta taxa de desemprego da população, decidiu-se estabelecer turnos de 15 dias de forma que um número maior de habitantes pudesse trabalhar. Seguindo a mesma ideia, todas as empresas que participaram do projeto eram do município.

Isto levou a um sentimento de posse do parque que faz com que se mantenha sua identidade antiga, tendo sido acrescida uma camada a mais - criada pelos próprios habitantes - à história deste local.

© Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla
© Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla

Nosso papel neste projeto constituiu na mediação entre as diferentes necessidades e desejos da prefeitura, dos moradores e dos operários como trabalhadores e futuros usuários, sendo a intervenção o resultado das diferentes circunstâncias que tem rodeado o cenário do projeto: Moisés deveria vigiar suas ovelhas no terreno ao lado em seu turno, Serafín trazia ferramentas de sua antiga empresa de construção para trabalhar mais rapidamente, os planos desapareciam de forma contínua, os vizinhos passeavam pela obra contando suas ideias e recordações deste lugar e a prefeita observava o processo de sua varanda.

© Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla
© Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla

O material utilizado foi o concreto armado somente, devido a seu baixo custo (contávamos com um orçamento de 46.000€), sua facilidade de execução, a possibilidade de servir como banco, sua espessura e as preocupações da prefeitura em relação à manutenção e ao vandalismo.

Cortes
Cortes

Autores do Projeto: Serrano + Baquero Arquitectos
Localização: C/ Angustias, Nigüelas, Granada, Espanha
Construção do Projeto: Habitantes de Nigüelas em situação de desemprego
Data de início do projeto Dezembro de 2010
Início da obra: Julho 2012
Fim da obra: Fevereiro 2013
Cliente: Prefeitura de Nigüelas
Orçamento: 46.000 Euros
Área: 3.100 m²
Fotografias: Estudio Serrano + Baquero y Javier Callejas Sevilla

Ver a galeria completa

Sobre este autor
José Tomás Franco
Autor
Cita: Tomás, José. ""Viagem ao interior de um horto": jardim coletivo, parque e espaço cênico" ["Viaje al Interior de un Huerto": huerto colectivo, parque y espacio escénico] 26 Out 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Arthur Stofella) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/755942/viagem-ao-interior-de-um-horto-horto-coletivo-parque-e-espaco-cenico> ISSN 0719-8906