Ampliar imagem | Tamanho original
Amanhã, 16 de outubro, o Instituto Moreira Salles - IMS do Rio de Janeiro receberá Guilherme Wisnik e Adolfo Montejo Navas como parte do seminário sobre literatura, música, arquitetura e artes visuais intitulado “Poéticas do menos”, organizado por Eucanaã Ferraz e Roberto Conduru. A proposta do seminário, que acontece desde o dia 07 de outubro, é lançar um olhar crítico sobre criadores brasileiros cujas obras se pautam por uma economia do mínimo em seus temas e/ou em sua constituição formal. Os nomes abordados nesse encontro do dia 16 são Paulo Mendes da Rocha e Waltercio Caldas. Entre as personalidades já discutidas estavam como Leonilson, João Cabral de Melo Neto, Amilcar de Castro, João Gilberto, Oscar Niemeyer, entre outros. Guilherme Wisnik sobre Paulo Mendes da Rocha “Enquanto a arquitetura neomiesiana que se faz atualmente pelo mundo representa uma reação lacônica ao histrionismo formal pós-moderno, a produção brasileira se manteve essencialmente moderna até os dias de hoje. O que não impediu, por outro lado, que um arquiteto como Paulo Mendes da Rocha se deixasse estimular por obras consideradas pós-modernas.” Guilherme Wisnik. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar