Ampliar imagem | Tamanho original
Poder projectar casas dos dois lados de uma rua não é frequente. Trata-se realmente de desenhar a rua, o seu ambiente, carácter, ritmo, textura, cor, etc. É um trabalho a duas escalas em simultâneo, uma da cidade e outra mais pequena, doméstica, individual. Este dupla condição está sempre presente, apesar do espaçamento público estar previamente definido na largura dos passeios, do asfalto ou do estacionamento. São neste caso onze habitações em banda.  Cinco têm frente para a rua de baixo, sensivelmente plana e as outras seis em duas bandas paralelas de 3, frente a frente, sobem a rua de razoável pendente que corta a eixo o conjunto. Apesar da sua boa localização, em que dá para ir a pé à praia de S.Pedro do Estoril,  o loteamento é pouco generoso e condensa as casas em 4 grupos de pequenas unidades de três pisos. Esta condição induz a uma relativamente grande compartimentação dos espaços internos e estrutura a vida da casa em torno da escada. São habitações compactas e encostadas. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar