Ampliar imagem | Tamanho original
Dos dias 12 a 15 de agosto, arquitetos, cineastas e ativistas da Síria e do mundo árabe se reuniram no Arsenale, na Bienal de Veneza 2014, para o evento “excavating the sky” que foca na Síria e na produção de sua paisagem contemporânea, de antes da Primeira Guerra Mundial até os dias de hoje. O evento acontece no contexto da exposição Monditalia e um dos seus elementos principais é um "pavilhão deslocado" na Síria - um poço recentemente escavado que proporciona água para uma comunidade de 15 mil pessoas. "Como vocês sabem, a Síria está atualmente passando por uma profunda, e frequentemente violenta, transformação, muito da qual é difícil compreender completamente. Acredito que a arquitetura desempenha sim um papel nesse conflito, e que arquitetos, com suas ferramentas disciplinares, devem agir de modo mais significativo e criativo nessas lutas no/por espaço", disse Khaled Malas, arquiteto sírio e organizador de "excavating the sky". "O 'pavilhão deslocado', em forma de um poço de água, é uma incorporação ativa dessas lutas e nossa participação responsável enquanto uma disciplina entre aqueles que têm sofrido há anos com a negligência e a guerra." Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar