Ampliar imagem | Tamanho original
O Pavilhão do Uruguai para a 14ª Bienal de Arquitetura de Veneza - a cargo dos arquitetos  Emilio Nisivoccia, Martín Craciun, Jorge Gambini, Santiago Medero e Mary Méndez - é um grande arquivo que se desenvolve no espaço, envolvendo materiais que vão desde os documentos até a interpretação destes. A montagem é concebida como um único arquivo composto por materiais e escalas diferentes, gerando três áreas conectadas, embora claramente definidas: a entrada (apresentação da exposição), uma segunda área repleta de prateleiras metálicas dispostas sobre uma trama ortogonal (apresentando maquetes e outros objetos) e um terceiro espaço formado por uma grande mesa que permite ao visitantes entrar em contato com um arquivo de plantas, desenhos e fotografias.  Descrição da página oficial da exposição do Uruguai. Em 1914, quando a Europa se lançava na Grande Guerra, o Uruguai iniciava sua investida de construir um projeto de modernização. Um "sonho da razão", embora muitas vezes parecesse mais um pesadelo, em todo o caso, um sonho cumprido apenas parcialmente.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar