Ampliar imagem | Tamanho original
© Cristiano Mascaro© Cristiano Mascaro© Cristiano Mascaro© Cristiano Mascaro Dois elementos plásticos assinalam um lugar na paisagem Dois signos de ressonância profunda: Um, a cobertura curva – Abrigo do Homem Outro, a Cruz de Cristo Acrescentam-se à paisagem. © Cristiano Mascaro Essa delicada relação gera um espaço na paisagem de beira lago – um vazio que desenha o pequeno templo. Configura-se, entre o abrigo e a cruz, a fluida sucessão espacial que sugere o programa litúrgico da capela – o átrio, o batistério, a nave inclinada, o altar e a abside que se confunde com o lago. © Cristiano Mascaro O espaço da capela é o espaço da natureza! E esse lugar definido pelos elementos plásticos do desenho da pequena igreja se integra à paisagem natural sem limites, sem muros. A arquitetura quase imaterial deste pequeno templo assume um caráter transcendente, atemporal, que remete à meditação da plenitude de Deus e da Natureza. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar