O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. 1º Lugar: Nova sede da Confederação Nacional de Municípios - CNM / Mira Arquitetos

1º Lugar: Nova sede da Confederação Nacional de Municípios - CNM / Mira Arquitetos

1º Lugar: Nova sede da Confederação Nacional de Municípios - CNM / Mira Arquitetos
1º Lugar: Nova sede da Confederação Nacional de Municípios - CNM / Mira Arquitetos, © Cortesia de Mira Arquitetos
© Cortesia de Mira Arquitetos

      © Cortesia de Mira Arquitetos

      O partido adotado determina a criação de um espaço metropolitano em consonância com o contexto urbanístico da cidade como condição principal para projeto do novo equipamento. O plano de ação para a implantação da nova sede da CNM partiu de alguns pressupostos fundamentais:

      1. - formulação de um modelo de ocupação do solo com ênfase na integração dos usuários com a paisagem construída;
      2. - estruturação/hierarquização do térreo deve reforçar sua vocação como principal local de convergência
      3. - escolha de um sistema construtivo claro e racional garantindo rapidez e economia na execução;
      4. - adoção de estratégias que permitam o bom desempenho ambiental do edifício.
      Corte 01

      O eixo de evolução do projeto se materializa em sua extensão máxima na forma de um prisma metálico branco que flutua delicadamente sobre o embasamento de concreto. O posicionamento da lâmina busca transferir para dentro do corpo construído as visuais para a paisagem, incorporando a presença do entorno ao seu uso cotidiano. A disposição dos elementos construídos é uma resposta direta à distribuição do programa no lote:

      1. - a base, abriga todas as funções coletivas, espaços destinados a acolher o público externo (salão nobre, foyer, salas de apoio) assim como espaços de estar (café e restaurante);
      2. - na lâmina metálica encontram-se as áreas de trabalho administrativo e corpo diretivo;
      3. - na cobertura, salas de reunião;
      4. - por fim, no subsolo, garagens (2º e 3º)
      © Cortesia de Mira Arquitetos

      O desenho do chão foi o fio condutor da proposta. Criou-se uma praça, levemente rebaixada em relação a cota média do terreno, que se desdobra em dois níveis resultando em uma nova topografia para o lote. Na cota 1042.70 o espelho d’água orienta o percurso do pedestre rumo a recepção configurando o acesso as áreas administrativas, Na cota inferior, inscrita na volumetria da base, encontra-se a praça cívica por onde é possível acessar o complexo do auditório. Uma escadaria conecta os dois planos permitindo a realização de eventos de forma autônoma, sem prejudicar a rotina de trabalho administrativo.

      © Cortesia de Mira Arquitetos

      A concepção do projeto paisagístico buscou primordialmente aplicar conceitos de conservação de biodiversidade vegetal a criação de ilhas naturais em pleno meio antrópico, neste caso disposto em forma de um fragmento florestal linear. Buscou-se criar sinergia entre as plantas introduzidas e o edifício, assim criando conectividade entre a construção e o meio ambiente. O sombreamento no térreo proporcionado pelas copas das árvores ameniza a temperatura trazendo conforto para o pedestre e proteção para a área de estacionamento. O térreo resultante assume uma dupla vocação: é ao mesmo tempo suporte para a implantação do novo conjunto e a interface com o solo da cidade.

      © Cortesia de Mira Arquitetos

      O sistema construtivo adotado buscou conciliar necessidades de redução de custos, rapidez de execução e flexibilidade máxima para os planos de trabalho. Para tanto toda a estrutura, forros e elementos de vedação foram rigorosamente modulados a partir de múltiplos de 1,25m. O embasamento de concreto obedece criteriosa disposição de pilares potencializando a disposição de vagas de estacionamento e dos demais espaços internos. A estrutura periférica da caixa metálica elimina completamente a interferência de pilares dos planos de trabalho permitindo futuras atualizações de layout prolongando assim a vida útil da edificação. As redes de infraestrutura e lógica distribuem-se por forros, pisos e shafts. Uma prumada central de elevadores e escadas faz a integração vertical do edifício dividindo os planos de trabalho em dois grandes planos livres.

      Corte 02

      A instituição exige um edifício exemplar no que diz respeito a gestão dos recursos naturais. Nesse sentido, a estratégia de gestão ambiental foi pensada de forma a oferecer respostas abrangendo as principais esferas da sustentabilidade.

      Na esfera ambiental:

      1. -aumento do desempenho térmico da edificação reduzindo o ganho de calor através do uso de lâminas de água nas coberturas e de cores com alto coeficiente de reflexão
      2. - uso de brise  protegendo os planos de trabalho de incidência direta raios solares
      3. - camada de ar ventilada nas fachadas
      4. - ventilação cruzada em todos os ambientes permitindo a redução do uso de ar condicionado
      5. - águas pluviais captadas pelos espelhos d’agua, direcionada para cisternas de armazenamento e reutilizadas posteriormente na irrigação e em vazos sanitários;
      6. - amplo uso de iluminação natural indireta;
      7. - no paisagismo a escolha das espécies arbóreas nativas do cerrado, bioma onde está inserido o projeto.

      Na espera social:

      1. - acessibilidade universal;
      2. - atendimento às necessidades básicas de ergonomia;
      3. - espaços integradores viabilizando inter relações entre usuários e visitantes.
      4. Na esfera econômica: - modulação e uso de componentes industrializados racionalizando a obra e reduzindo o desperdício de materiais;
      5. - escolha de materiais de acordo com seu ciclo de vida e facilidade de manutenção.

      Ficha técnica:

      Equipe:

      1. Arquitetura: Luís Eduardo Loiola e Maria Cristina Motta
      2. Colaboradores: Ana Carolina Sumares, Luís Felipe da Conceição, Marcelo Ribas
      3. Estrutura: Kurkdjian e Fruchtengarten Engenheiros Associados
      4. Fundações: Mag Solos Engenheiros Associados
      5. Instalações prediais: MHA Engenharia Ltda
      6. Luminotécnica: Lux projetos
      7. Caixilhos: Dinafex
      8. Paisagismo: Acatu
      1. Concurso nacional de projetos: 1ºlugar

      Sobre este autor
      Jorge Alves
      Autor
      Cita: Jorge Alves. "1º Lugar: Nova sede da Confederação Nacional de Municípios - CNM / Mira Arquitetos" 15 Out 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/75494/1o-lugar-nova-sede-da-confederacao-nacional-de-municipios-cnm-mira-arquitetos> ISSN 0719-8906