O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Torre de David: O polêmico Leão de Ouro na Bienal de Veneza de 2012

Torre de David: O polêmico Leão de Ouro na Bienal de Veneza de 2012

Torre de David: O polêmico Leão de Ouro na Bienal de Veneza de 2012
Torre de David: O polêmico Leão de Ouro na Bienal de Veneza de 2012, via Plataforma Urbana
via Plataforma Urbana

 

Durante a abertura da Bienal de Veneza 2012, o escritório de arquitetura Urban think tank, junto ao curador inglês Justin Mcgwirk e o fotógrafo holandês Iwan Baan, foram premiados com o Leão de Ouro “Common Ground”, por seu projeto “Torre de David / Gran Horizonte”, onde expuseram o que ocorre na torre de escritórios abandonada Confinanzas, em Caracas, Venezuela.

Esta ex-torre financeira, localizada em pleno centro da cidade, foi abandonada devido à crise econômica vivida nos anos 90. Há cerca de 6 anos, foi ocupada por pessoas que não tinham onde viver, convertendo-se em uma comunidade com regras próprias de convivência.

A exposição premiada ressalta o valor de uma comunidade que atualmente abrange 750 famílias, com uma estrutura própria de organização, que se permitiu sustentar através da integração de áreas comuns, habitações, igreja, restaurantes, entre outras.

No entanto, o prêmio tem sido bastante controverso e as principais críticas vêm da própria comunidade de Caracas, já que muitos não veem esse edifício como algo para mostrar com orgulho ao mundo, uma vez que é o símbolo da extrema pobreza e da falta de políticas de habitação social venezuelanas.

via Plataforma Urbana

Ainda que por um lado vê-se a torre como uma solução buscada pelas pessoas quanto ao problema da escassez de habitações na Venezuela, por outro, as críticas argumentam que, entre outras coisas, o prêmio vem de um país do primeiro mundo, onde não se sabe a realidade que é viver nesta torre. Esta grande organização que permite cerca de 3.500 pessoas a ter um teto, uma casa e os serviços criados por si mesmos, contrasta com relatos da mídia de dependência de drogas, crime, abuso de poder por parte do grupo que organizou a tomada e o confronto constante com a polícia. Criticam também o fato de que a Bienal de Veneza recompensou algo que não é uma solução para a qualidade de vida das pessoas mais vulneráveis de Caracas, mas sim algo que se desenvolveu sem qualquer proposta.

Entretanto, o polêmico prêmio colocou em debate temas que pareciam ter sido esquecidos das bienais de arquitetura nos últimos anos: o direito de todos os cidadãos a viver na cidade, a importância da existência e da boa gestão de políticas públicas, entre outras.

Neste link do “El Universal”, encontra-se uma interessante entrevista do arquiteto venezuelano do Urban Think Tank, Alfredo Brillembourg.

 

 

 

Cita: Eduardo Souza. "Torre de David: O polêmico Leão de Ouro na Bienal de Veneza de 2012" 24 Set 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/71932/torre-de-david-o-polemico-leao-de-ouro-na-bienal-de-veneza-de-2012> ISSN 0719-8906