Ampliar imagem | Tamanho original
  “Quarenta anos atrás, a causa pública mostrou uma poderosa fonte de inspiração. Dado o número de arquitetos que escolheram servi-la, pode-se mesmo falar de um senso comum. Na era do ‘starchitect’, a ideia de suspender a busca de um escritório particular em favor de uma ideologia compartilhada parece remota e insustentável”. No contexto da Bienal de Arquitetura da Veneza de 2012, esta exposição pretende fornecer uma pequena contribuição no sentido de encontrar um senso comum, uma vez mais … ” –  Reiner de Graaf, associado do OMA. AD Interviews: Reinier de Graaf / OMA from ArchDaily on Vimeo. © Nico Saieh Em toda a Europa no final dos anos 1960 e início dos anos1970, grandes obras de serviços públicos empregaram arquitetos para projetar uma infinidade de edifícios públicos, em um esforço para servir a causa pública. Reinier de Graaf descreve este “apogeu da arquitetura pública” como “um breve, frágil período de otimismo ingênuo – antes da regra brutal da economia de mercado tornar-se o denominador comum.” Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar