O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Teatro Cinema Reina Victoria / Enrique Abascal

Teatro Cinema Reina Victoria / Enrique Abascal

Teatro Cinema Reina Victoria / Enrique Abascal
Teatro Cinema Reina Victoria / Enrique Abascal, © Clemente Delgado
© Clemente Delgado

Nerva, ao norte da província de Huelva, na bacia do rio Tinto, nasceu como alojamento da exploração das minas. A construção de um edifício destas características (teatro e cinema) é um evento relevante para toda a cidade. E ainda mais no caso de Nerva, com uma longa tradição na utilização deste tipo de espaço cultural, levando ao ressurgimento de atividades coletivas. A transformação de uma zona abandonada da cidade, promovida pela construção de um edifício público, carrega consigo a transformação espacial e social da cidade e suas relações.

Cortesia Enrique Abascal

Pensou-se no edifício uma concepção capaz de oferecer um grau de utilização máximo, conjugar as diversas atividades, fazê-las compatíveis, reunir e separar os diversos usos, oferecendo-se como um espaço multidisciplinar.

© Clemente Delgado

O edifício organiza-se sobre a cota do terreno, basicamente em dois níveis. O nível da planta baixa com acessos (principal, parque e serviços), foyer e espaços de apoio (camarins, área técnica: fosso do cenário e outro da orquestra). No primeiro pavimento estão: saguão, sala principal, cenário, sala de ensaios. O segundo nível é uma extensão do anfiteatro. Acima ainda são locados espaços técnicos como cabine de áudio-vídeo, galerias de iluminação e serviços e espaços de instalações.

Corte

São dispostos três vãos, sendo um central e dois laterais menores que absorvem os movimentos longitudinais. Um vão de menor altura, no lado oeste, constitui-se como galeria do parque e estabelece a relação com ele.

© Clemente Delgado

O volume final, tenso, surge da interpretação e ordenação do programa proposto, explicitando as diversas alturas dos espaços, o retraimento da planta baixa no pórtico proposto e a simetria longitudinal que denota a posição da galeria, orientando o edifício.

© Clemente Delgado

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Enrique Abascal
  • Ano: 2010
  • Área construída: 3588 m²
  • Endereço: Plaza de la Reina Victoria 21670 Nerva Espanha
  • Tipo de projeto: Cultural
  • Status:Construído
  • Materialidade: Pedra
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Plaza de la Reina Victoria 21670 , Nerva, Espanha
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Equipe de Projeto: Enrique Abascal García
  2. Estúdio: Néstor González, Óscar Navarro, Fernando Infante, Manuel Falcón

 

Informação Complementar:

  1. Instalações: Antonio Lastres García-Testón, Samuel Domínguez Amarillo
  2. Acústica: Juan José Sendras-IUCC Sevilla
  3. Estruturas: FHECOR ingenieros-Javier León

Cita: Eduardo Souza. "Teatro Cinema Reina Victoria / Enrique Abascal" 22 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/64312/teatro-cinema-reina-victoria-enrique-abascal> ISSN 0719-8906