Ampliar imagem | Tamanho original
Com o sucesso do Tate Modern (o museu recebe cerca de 2 milhões de visitantes por ano), em 2005, o museu selecionou Herzog e de Meuron para expandir seu espaço da galeria por quase 70%. Desde aquela época, compartilhamos a transformação do projeto que começou como uma pirâmide irregular de caixas de vidro empilhadas com um volume geométrico facetado folheado em tijolo perfurado. No entanto, os planos de expansão também incluem um componente vital que está enterrado no subsolo – os reservatórios – que abriram no início desta semana. © Iwan Baan Mais sobre os tanques a seguir. Os antigos tanques de óleo circulares para a estação de energia medem 30 por 7 metros de altura e foram transformados a partir de restos industriais para surpreendentes espaços de performances novas. “Os tanques não devem ser vistos como um anexo, mas como as raízes de algo por vir: eles não são apenas uma adição ao que existe, ou uma característica decorativa, mas algo realmente fundamental para a visão do Tate”, explicam os arquitetos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar