Ampliar imagem | Tamanho original
Um megabairro de 5.000 hectares para abrigar meio milhão de pessoas foi construído há menos de três anos e já tem aspecto de bairro fantasma. Trata-se de um projeto a 30 km da capital da Angola, Luanda que configura um empreendimento misto com 750 edifícios de 8 pavimentos, doze escolas e mais de 100 pontos comerciais. A empresa estatal China International Trust e o Investment Coporation investiram U$ 3.500 milhões e a um ano do final das obras, só haviam vendido 220 de um total de 2.800 apartamentos residenciais. O contraste é evidente entre o “elefante branco” construído, com as imagens de publicidade do que seria o conjunto, vivo e com famílias felizes, longe da bagunça característica do centro de Luanda. A realidade evidencia as falhas de um modelo imobiliário que constrói com ansiedade, sem realmente atender aos segmentos sociais existentes e suas verdadeiras necessidades. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar