Ampliar imagem | Tamanho original
© Wikimedia Commons© Wikimedia Commons© Wikimedia Commons© Wikimedia Commons A flexibilidade dos espaços interiores e, obviamente, a qualidade planimétrica da casa, a torna singular em cada nível. A residência Rietveld Schröder é marcada pelo uso de cores primárias e idéias puras, buscando o universal. Abstração, precisão, geometria, pureza artística e austeridade. © Wikimedia Commons© Wikimedia Commons A casa de dois pavimentos possui uma cozinha/sala de jantar/sala de estar reversível, um estúdio e uma área de leitura no pavimento térreo, e no segundo pavimento ficam os quartos e uma área de depósito, separados apenas por divisórias móveis. © Great Buildings, Planta baixa© Wikimedia Commons A flexibilidade do espaço significava que não existia uma disposição hierárquica dos cômodos na planta. As paredes retráteis no andar superior, situadas em volta da escada central, foram feitas para proporcionar às crianças a opção de empurrar as divisórias durante o dia para brincar numa área aberta e de fechá-las durante a noite em quartos privados. Os três critérios para os quartos dos filhos eram que a cama deveria ser capaz de caber em duas posições diferentes, que cada quarto deveria ter acesso ao abastecimento de água e drenagem, e que todos deveriam ter uma porta de acesso direto ao exterior da casa. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar