O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Bienal de Veneza 2014: Israel explora o tema "Urburb", uma paisagem nem urbana nem suburbana

Bienal de Veneza 2014: Israel explora o tema "Urburb", uma paisagem nem urbana nem suburbana

Bienal de Veneza 2014: Israel explora o tema "Urburb", uma paisagem nem urbana nem suburbana
Bienal de Veneza 2014: Israel explora o tema "Urburb", uma paisagem nem urbana nem suburbana, New neighbourhoods in Netanya. Image © Itamar Grinberg / The Israeli Pavilion 2014
New neighbourhoods in Netanya. Image © Itamar Grinberg / The Israeli Pavilion 2014

Nem urbano nem suburbano, o Urburb é um mosaico fragmentado de cem anos de planejamento moderno em Israel: cidades jardim do início do século XX, habitação social da metade do século, tipologias residenciais em altura das duas últimas décadas. Estas mutações residenciais dominam a paisagem israelense contemporânea, expandindo e substituindo texturas existentes em um ciclo repetitivo e interminável. 

High rise residential buildings in Jerusalem. Image © Gili Merin / The Israeli Pavilion 2014 Uma Ville Radieuse contemporânea: "Hadera Park" by Mann-Shinar Architects 2010. Imagem por Oren Eldar / Pavilhão Israelense de 2014 Printing on sand . Image © Edith Kofsky / The Israeli Pavilion 2014 Construction site, Netanya. Image © Edith Kofsky / The Israeli Pavilion 2014 + 10

Vista aérea deRishon LeZion. Imagem por Moshe Millner / GPO
Vista aérea deRishon LeZion. Imagem por Moshe Millner / GPO

A força motriz por trás do planejamento e construção do novo país era essencialmente anti-urbana. Desde os primeiros assentamentos de judeus do século XIX, a cidade nunca fora uma opção. O primeiro Masterplan Sharon, de 1951, buscava deslocar os centros urbanos e espalhar a população em diversas vilas, frequentemente construídas em áreas rurais. Estas pouco povoadas novas vilas frequentemente adotavam planos urbanos arbitrários, carecendo de qualquer forma de "vida de rua".

Imagem por Moshe Fridman / GPO. ImagemTel Aviv 1963
Imagem por Moshe Fridman / GPO. ImagemTel Aviv 1963

Esta abordagem de cima para baixo é emblemática não apenas do ideal de planejamento centralizado do sionismo, mas também do desejo modernista de constantemente remodelar e reinventar o presente. A paisagem híbrida de Israel manifesta as demandas contraditórias da máquina modernista: criar pequenas comunidades igualitárias mas acomodar grandes e diversas populações; difundir mas se fechar; reconectar-se ao território, porém, através de um sistema de planejamento que trata a superfície como um folha de papel em branco. 

Uma Ville Radieuse contemporânea: "Hadera Park" by Mann-Shinar Architects 2010. Imagem por Oren Eldar / Pavilhão Israelense de 2014
Uma Ville Radieuse contemporânea: "Hadera Park" by Mann-Shinar Architects 2010. Imagem por Oren Eldar / Pavilhão Israelense de 2014

Urburb, um neologismo que se refere à malha contemporânea da expansão urbana e suburbana, é mais que um fenômeno arquitetônico, é um estado de espírito e uma forma de vida. Hoje, na esteira dos cem anos de modernismo, é chegada a hora de explorar suas dinâmicas e compreender a vida que ele promoveu.

High rise residential buildings in Jerusalem. Image © Gili Merin / The Israeli Pavilion 2014
High rise residential buildings in Jerusalem. Image © Gili Merin / The Israeli Pavilion 2014

A instalação explora estes temas não apenas através de dados à mostra, mas também através de seu afeto performático. O visitante adentra um território modernista, ocupado por máquinas automáticas que desenham na areia, apagam e em seguida desenham novamente. Cada cenário leva de três a cinco minutos para ser produzido, e cada impressora apresenta alguns cenários agrupados segundo um determinado tema.

Printing on sand . Image © Edith Kofsky / The Israeli Pavilion 2014
Printing on sand . Image © Edith Kofsky / The Israeli Pavilion 2014

A exposição tem curadoria de Ori Scialom, Dr. Roy Brand, Keren Yeala Golan e Edith Kofsky. 

Cita: Merin, Gili. "Bienal de Veneza 2014: Israel explora o tema "Urburb", uma paisagem nem urbana nem suburbana" [Venice Biennale 2014: Israel Explores The Urburb, a Neither Urban nor Suburban Landscape] 08 Abr 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/187693/bienal-de-veneza-2014-israel-explora-o-tema-urburb-uma-paisagem-nem-urbana-nem-suburbana> ISSN 0719-8906