Ampliar imagem | Tamanho original
A Comissão da Verdade, liderada pelo escritor peruano Mario Vargas Llosa, lançou em 2010 um concurso nacional aberto de arquitetura para a construção de um lugar de reconciliação entre os peruanos enfrentados há mais de vinte anos em um conflito iniciado pelo movimento terrorista Sendero Luminoso, que matou mais de 70.000 pessoas. O júri do concurso, composto por Kenneth Frampton, Rafael Moneo, Francesco dal Co, Wiley Ludeman e José García Bryce, escolheu o projeto liderado pelo estúdio Barclay & Crousse, de um total de 99 propostas apresentadas. Apelidado como "Lugar da Memória", este centro inclui um auditório-teatro, uma área de pesquisa e consulta, salas de exposição temporárias e permanentes e serviços relacionados. O projeto, localizado sobre as falésias que definem a baía de Lima, cuidadosamente se instala na lógica dos penhascos e desfiladeiros que os compõem, recuperando a memória do lugar em sua configuração física e sua materialidade. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar