Ampliar imagem | Tamanho original
Após De Realiteit e De Fantasie, a terceira edição de pequenos projetos habitacionais experimentais em Almere foi lançado sob o título de De Eenvoud. O concurso pedia por uma casa individual, com uma forte relação com seu entorno. As doze equipes vencedoras tiveram a possibilidade de realizar seus projetos em uma área aberta na floresta de Noorderplassen-Oeste, mas teriam de encontrar os compradores das próprias casas. A Casa Espelhos é uma residência privada com uma fachada que consiste inteiramente de vidros reflexivos, funcionando como uma camuflagem e uma obstrução da visão do seu interior. A planta foi projetada para ser o mais compacta possível, com a possibilidade de se adaptar a diferentes estilos de vida. Em diálogo com o cliente, a proposta da competição foi trabalhada ao mais ínfimo detalhe, levando em consideração uma demanda por acessibilidade universal. O conceito original, com um piso ligeiramente levantado (para uma melhor visualização), portas, armários embutidas e um layout de um único nível de correr, teve que ser, portanto, refinado. muito tempo no interior fazer a casa parecer maior do interior, e ancorá-la ao seu entorno. Extensas linhas de visão internas fazem a casa parecer maior do interior, e ancorá-la ao seu entorno. Todas as paredes interiores são cobertas com painéis de bétula, cuja aparência quente contrasta com a fachada de vidro elegante e rigorosa. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar