Ampliar imagem | Tamanho original
O acesso ao edifício é delimitado pelos muros da garagem a quarenta e cinco graus em relação à fachada principal. Sobre eles uma abóboda rebaixada, aberta em ambas as frentes. Esta é a entrada da casa: o retângulo do portão da garagem e sobre ele o arco da abóbada. Entra-se por um portãozinho de ferro entre muretas de alvenaria pintadas de branco que leva a um caminho descoberto rente à garagem. Logo chega-se a um átrio coberto por uma laje plana. A porta social está levemente à esquerda do centro da fachada. Todo o lado esquerdo do edifício fica escondido pelos muros diagonais da entrada, que formam o ângulo agudo com esse lado: aí está a área de serviço, aberta. E assim, só se vê o que interessa: a espessura branca da laje de cobertura inclinada subindo e logo descendo verticalmente pela espessura branca da parede lateral que continua pela espessura branca da laje do escritório elevado que logo vira a espessura branca dos dois lances retilíneos separados por um patamar de descanso da escada que leva a ele, a transparência do vidro, e as divisões e sub-divisões dos caixilhos de ferro. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar