Ampliar imagem | Tamanho original
A serra de Friburgo no Sertão de Rio Bonito de Lumiar , foi o lugar escolhido para a construção da residência-retiro do diretor do museu de imagens do inconsciente. A proximidade do rio tornou-se fator determinante para o partido adotado. Dois espessos muros de pedras, sustentam quatro vigas metálicas nas quais se apoiam as lajes de piso e cobertura.  O peso da estrutura contrasta com a leveza do vão, realçada por duas claraboias que separam a laje de cima dos muros estruturais. Na parede dos fundos as janelas são rasgos do chão ao teto que dão continuidade vertical à horizontalidade das claraboias.  A casa suspensa do chão, fica protegida da umidade e intempéries, e ao mesmo tempo permite a visão do rio passando ao largo. Nos muros de pedra um fogão a lenha e uma lareira, um de cada lado da casa, garantem o aquecimento dos ambientes. No exterior, a escada construída pela subtração escalonada das pedras do muro leva ao terraço: observatório de estrelas. Água e fogo, peso e leveza, arcaico e moderno na cosmologia do habitat.Nota: Este projeto foi originalmente publicado em 11 dezembro, 2013 Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar