Ampliar imagem | Tamanho original
Se você dígitar 31° 16' 9.45", 121° 27' 14.93" no Google Maps, uma visão em escala zênite aparecerá de um edifício retangular, caracterizado por um pátio central com uma passarela e uma longa parede vermelha de flamboyants que funciona como uma barreira para os ruídos, separando as áreas internas da estrada em frente. O arquiteto do projeto, Francesco Gatti relata: Quando projetamos o edifício, fizemos uma fachada curva vermelha até o teto, brincando com a idéia de que os principais sites de mapeamento da web pudessem reconhecê-lo É uma escolha de visibilidade que transcende as dimensões do bairro e que pode parecer à primeira vista megalomaníaca - uma assinatura visível do espaço - . Na realidade, esta parede vermelha, atraente e com suas dimensões exageradas, representa toda a idéia do edifício, a ponta do iceberg de um projeto complexo e difícil que nos diz muito sobre o estado real da arquitetura na China. Gatti vive e trabalha em Xangai desde 2003. O arquiteto, que é italiano, tem-se concentrado em projetos heterogêneos: desde a renovação de instalações industriais até a concepção de áreas urbanas, da arquitetura de interiores para importantes competições internacionais. Em cada projeto, seja o interior de uma loja de roupas ou um museu do carro, sempre se pode reconhecer seus conceitos e estilo - pragmático e visionário ao mesmo tempo - . Ao responder às exigências de um cliente particular ou uma empresa, Gatti sempre se esforçou para encontrar uma idéia excelente capaz de satisfazer as condições contextuais, adicionando uma solução inesperada que, em meio ao caos e mutação da metrópole chinesa, pode dar um caráter único ao projeto. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar