O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Ranking: As 10 cidades mais poluídas do planeta em 2013

Ranking: As 10 cidades mais poluídas do planeta em 2013

Ranking: As 10 cidades mais poluídas do planeta em 2013
Ranking: As 10 cidades mais poluídas do planeta em 2013, Linfen, China. A cidade mais contaminada do planeta.
Linfen, China. A cidade mais contaminada do planeta.

Há poucos dias, o Instituto Blacksmith (uma ONG ambiental) lançou sua segunda lista anual dos 10 lugares mais poluídos do mundo, estimando-se que mais de 12 milhões de pessoas vivem em cidades que diariamente ameaçam milhares de seus habitantes, ou como Chernobyl, na Ucrânia, que teve que ser isolada dentro de um raio de 30 quilômetros por sua radiação nuclear.

Um deles é Sukinda, em terceiro lugar neste ranking, onde há 2,6 milhões de pessoas potencialmente expostas a metais pesados ​​tóxicos. A água potável está contaminada com esgoto e lama com mercúrio. O povo de Sukinda está propenso a desenvolver câncer 50% a mais do que seus vizinhos do Azerbaijão, e suas chances de morrer por isso são ainda mais altas.

Como Sukinda, existem muitas outras. A gravidade é muito maior se considerarmos um estudo recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), que verifica que fatores ambientais como a água ou o ar poluído compõem 20% das causas de morte em todo o mundo.

As quatro primeiras cidades da lista estão na Ásia, e são seguidos por La Oroya, no Peru (a única na América Latina), e outras na Rússia, Ucrânia, Azerbaijão e na Zâmbia (a única na África).

A lista com os detalhes de cada local abaixo.

1. Linfen, China

Via eleconomista.es
Via eleconomista.es

Às margens do Rio Fen, na província de Shanxi, a exploração da indústria do carvão, a mineração legal e ilegal e as emissões dos automóveis, converteram Linfen, vários anos seguidos, na cidade mais poluída do mundo. O seu ar está cheio de carvão queimado, mas não é o único problema. A pobreza e a insuficiência de fatores ambientais geram algumas doenças, como asma ou câncer de pulmão, que afetam e ameaçam a saúde de cerca de 3 milhões de habitantes.

2. Tianjin, China

Via theverge.com
Via theverge.com

A explicação para esta cidade estar na segunda posição da lista é que mais da metade da produção de chumbo da China é produzida em Tianjin. Durante anos, as indústrias deste e de outros metais pesados ​​contaminaram o ar, os rios e as terras agrícolas desta cidade no nordeste do país. As estatísticas mostram que 140.000 pessoas estão expostas à doenças que afetam o sistema nervoso, entre outras. Este vídeo do Globe and Mail conta a gravidade da poluição.

3. Sukinda, Índia

Via environment911.org
Via environment911.org

O cromo é altamente cancerígeno e mais de 60% de água potável de Sukinda está contaminado por este metal. Na verdade, Sukinda tem uma das maiores minas de cromo de mundo, a céu aberto, assim, a água, o ar e o solo têm os maiores níveis de poluição de todo o mundo. Asma, hemorragia gastrointestinal, infertilidade, tuberculose e mesmo defeitos congênitos de nascimento são algumas das doenças das quais está exposta sua população de mais de 2 milhões de habitantes.

4. Vapi, Índia

Via Greenbuzzz.net
Via Greenbuzzz.net

No extremo sul de uma cadeia de indústrias que estão longe de respertar as normativas está Vapi, a cidade vítima dos resíduos químicos, metais pesados ​​e pesticidas. A falta de água na região é uma das armadilhas mais graves, uma vez que muitas pessoas são obrigadas a subsustir com água contaminada da cidade, por isso é comum doenças como carcinoma, câncer de garganta e defeitos congênitos de nascimento. As águas subterrâneas de Vapi ultrapassam 96 vezes os níveis permitidos, o que levou os metais pesados ​​também aos produtos da terra.

5. La Oroya, Peru

Via Flickr. © Matthew Burpee. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Via Flickr. © Matthew Burpee. Used under Creative Commons

La Oroya é a única cidade da América Latina no ranking, mas ganhou o lugar com índices alarmantes: desde de 1922, 99% das crianças que vivem na área apresentam chumbo no sangue. Além disso, os metais pesados​​, tais como zinco, cobre, chumbo e enxofre, presentes no ar, afetam permanentemente seus 35.000 habitantes. A fundição localizada em La Oroya é a causa de doenças como a perda de memória, falta de crescimento e aprendizagem ruim e, apesar de ter tomado algumas medidas para reduzir a poluição, vários estudos afirmam que o chumbo vai ficar presente na cidade durante séculos.

6. Dzerzhinsk, Rússia

Via noorimages.com
Via noorimages.com

Durante a Guerra Fria, Dzerzhinsk foi o centro das armas químicas, e hoje continua a ser o maior centro de produção de produtos químicos na Rússia . Com isso, ela entrou para o Guinness Book of Records como a mais poluída cidade do mundo em termos de contaminação química. Em vários pontos existem águas que são 17 milhões de vezes poluídas acima dos níveis permitidos. As consequências? A expectativa de vida de homens e mulheres foram reduzidas a 42 e 47 anos, respectivamente.

7. Norilsk, Rússia

Via nosinmochila.com
Via nosinmochila.com

Esta cidade russa é uma grande produtora de níquel e paládio no mundo e também possui minas de cobre, cobalto, platina e carvão. Foi fundada em 1935 para ser um campo de trabalhos forçados na Sibéria, mas depois se tornou uma cidade onde estão localizadas as fundições de níquel, as responsáveis diretamente pela alta poluição e chuva ácida que tem afetado o local. Aqui, a mortalidade por doenças respiratórias é muito mais elevada do que no resto da Rússia.

8. Chernobil, Ucrânia

© Timm Suess
© Timm Suess

Chernobyl é mundialmente famosa pelo desastre de 1986 com o vazamento nuclear que ultrapassou 100 vezes o limite permitido no ar. Depois disso, cerca de cinco mil pessoas sofreram câncer de tireoide. Até hoje, as doenças respiratórias e de ouvido ameaçam todos os que vivem nesta zona de chuva. A zona de 30 quilômetros ao redor da usina permanece inabitável e provavelmente continuará assim durante milhares de anos.

9. Sumgayit, Azerbaijão

Via Plataforma Urbana
Via Plataforma Urbana

Sumgayit é um dos maiores pólos petroquímicos do mundo. Como uma indústria importante para a União Soviética, algumas décadas atrás, esta cidade tinha mais de 40 fábricas de produtos químicos agrícolas e industriais. Embora a maioria destas fábricas não esteja mais ativa, os níveis de contaminação permanecem elevados devido à falta de verificações e medidas para reduzir as emissões tóxicas.

10. Kabwe, Zâmbia

Via neonan.com
Via neonan.com

Desde que Zâmbia era uma colônia britânica, até pouco tempo, que nos arredores de Kabwe funcionaram vários depósitos de chumbo. Nesta cidade, a única africana na lista, há uma falta de medidas contra a poluição deixada por décadas de indústria de mineração não regulamentada.

Aunque las fundiciones y minas ya no están en funcionamiento, los niveles de contaminación del agua y el suelo con polvo de plomo aún son suficientemente altos como para causar la muerte a alguno de los 255 mil habitantes de Kabwe.

Apesar das fundições e minas não estarem mais em operação, os níveis de poluição da água e do solo com pó de chumbo ainda são altos o suficiente para causar a morte de muitos de seus 255.000 habitantes.

Fonte: Revista Time

Artigo via Plataforma Urbana
Tradução ArchDaily Brasil: Maria Julia Martins

Cita: Francisca Codoceo. "Ranking: As 10 cidades mais poluídas do planeta em 2013" 10 Ago 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/133540/ranking-as-10-cidades-mais-poluidas-do-planeta-em-2013> ISSN 0719-8906