Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto do hotel recicla um edifício de apartamentos de 1928, catalogado pelo Instituto Nacional de Belas Artes. O perímetro do edifício foi preservado e restaurado em seu estado original. No interior do edifício, uma demolição foi necessária para construir um pátio aberto que constitui o espaço principal do projeto. É aqui onde se cria um diálogo forte entre arquiteturas, onde se constitui o espaço mais público do hotel, onde estão as circulações que levam aos quartos estão voltadas e onde se conecta o edifício com o exterior. O pátio conta com divisórias dobráveis de alumínio que conseguem transformar este espaço infinitamente, ampliando virtualmente os corredores e oferecem a oportunidade do jogo do 'ver sem ser visto'. O percurso da luz do sol no pátio também gera um jogo de sombras que dão bastante profundidade ao espaço. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar