Hotel Hornitos / Gonzalo Mardones Viviani

Hotel Hornitos / Gonzalo Mardones Viviani

© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh+ 47

Antofagasta, Chile
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  5800
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012
  • Fotógrafo Fotografias:  Nico Saieh
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hunter Douglas, Aqua Systems, Juan Carlos Prieto, MK, Melón Hormigones, Tecma, Xilofor
  • Iluminação:Paulina Sir
  • Engenharia:Alfonso Larraín
  • Mobiliário:Francesca Porzio, Macarena Valdés
  • Paisagismo:Cecilia Rencoret
  • Client:Caja de Compensación Los Andes
  • Equipe De Projeto:Gonzalo Mardones Falcone, María Jesús Mardones Falcone, Luis Morales Gatto, Claudio Quezada Fuentes, Emilio Ursic Marechau, Manuel Fuentes Ramos, Alberto Reeves Droguett, Claudio Leiva Brito, Cristián Romero Valente, Claudio Carrasco Fuentes, Francisco Valdés Donoso, Alessandro Beggiao.
  • Cidade:Antofagasta
  • País:Chile
Mais informaçõesMenos informações
© Nico Saieh
© Nico Saieh

Descrição enviada pela equipe de projeto. O hotel para a Caja de Compensación Los Andes em Hornitos localiza-se em um platô sobre um promontório 32 metros acima do mar, no deserto do Atacama, norte do Chile. Como este é um lugar privilegiado e imaculado, o principal desafio foi o de intervir tentando ser o menos invasivo possível. Por isso, optou-se por um layout arquitetônico semi-enterrado e sobretudo horizontal, com um maior volume contendo o hotel e outros menores espalhados sobre a terra (cabines), no intuito de cobrir a área imediata e fundir-se à vastidão do deserto. Todos os volumes foram feitos em concreto armado e aparente, pigmentado com as cores do deserto, mimetizando-se.

Underground Floor Plan
Underground Floor Plan

Third Florr PlanElevation 1Elevation 3Site Plan+ 47

O hotel dispõe de 5.800 m² com 38 quartos, e outros 36 em 18 cabines, além de uma piscina exterior, uma piscina aquecida coberta, auditório, salas de reuniões, salas de jantar, salas de estar, ginásios, etc.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh+ 47

A forte luz do sol, própria do Atacama, é controlada por uma sequência de espaços intermediários, que permitem uma transição gradual, dos locais protegidos aos expostos ao sol. Circulações comuns e espaços do hotel são em sua maioria abertos, gerando correntes de ar que permitem a circulação constante. O edifício é protegido do sol poente por beirais e treliças. A cobertura, tratada como um local de relaxamento, é um terraço para permanência e contemplação do mar e da paisagem distante. Configura-se como uma grande plataforma que cria abaixo dela uma câmara de ar e permite a ventilação do teto e mantê-la isolado da luz direta do sol afetar o ar adequada condicionado nos espaços internos do hotel. O complexo é abastecido diretamente com água  do mar, tendo no interior as instalações de uma estação de tratamento de água salgada, que limpa a água a ser usada e deposita os sais restantes numa piscina coberta ao lado do acesso do hotel.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Section 4
Section 4

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Hornitos, II Região, Chile

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Hotel Hornitos / Gonzalo Mardones Viviani" [Hornitos Hotel / Gonzalo Mardones V Arquitectos] 22 Jun 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-121990/hotel-hornitos-slash-gonzalo-mardones-viviani> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.