Ampliar imagem | Tamanho original
O plano geral define para esta zona um amplo parque central com blocos lineares de habitação em seu perímetro. E daqui derivam dois problemas de difícil solução: o primeiro, o comprimento excessivo dos blocos, de até 150m, que configuram uma cerca contínua e impedem ou dificultam a necessária permeabilidade com a zona verde central; e o segundo, um fundo edificável de 24m, que condena as habitações da franja central dos blocos à insuficientes luz e ventilação, além de privá-las de um bom uso da luz solar. Assim, o projeto destas 88 habitações cooperativas foi formulado de acordo com estes dois condicionantes normativos. Definimos, portanto, blocos livres de aproximadamente 24x24m - com seis habitações por pavimento - e separados 5m entre si, mas pontualmente unidos pelo pavimento superior pelas "salas penduradas", que se retraem nas fachadas mas que mantém a unidade do conjunto. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar