Ampliar imagem | Tamanho original
A casa 13, da Rua Abreu Fialho, quando por nós visitada, há dois anos, era um pombal, com uma cubagem enorme, que ao ser penetrada, mudava de escala, tendo como altura quase 12 metros.  Pela primeira vez, encontramos este cubo vazio, ao contrário dos outros projetados por nós, e desenvolvidos para diferentes tipologias da Chácara do Algodão. O pátio e a edícula porém estavam totalmente descaracterizados e amalgamados a construção principal.  O programa foi exposto em pouco tempo e de forma bem objetiva pelos clientes: uma casa de férias para um casal americano, pais de um bebê que estava para nascer. O proprietário, um galerista de Nova York, que por representar uma série de artistas brasileiros, viu necessidade de no Rio estabelecer um pouso para que sua família e amigos pudessem permanecer como locais em suas temporadas cariocas. Este caráter é naturalmente reforçado pela alma e bucolismo daquele trecho do bairro. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar