Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto de modernização e ampliação da Faculdade de Biologia Celular e Genética da Universidade de Alcalá veio condicionada por dois aspectos: um edifício já existente que teria que ser mantido e a necessidade de expandir este último em área, para adaptá-lo às necessidades exigidas. O edifício existente, a primeira construção do aeródromo destinado ao uso militar no começo do século XX, havia sido adaptado com dificuldades desde o final dos anos setenta às necessidades universitárias com a fundação do atual campus. Após várias pequenas reformas durante os últimos 40 anos, o edifício encontrava-se muito deteriorado e não possuía espaço necessário dedicado à pesquisa e ensino exigidos pelos Departamentos de Biologia Celular e Genética. A construção existente era disposta ao longo de norte a sul, com duas ruas em seus maiores lados e um amplo jardim em toda a sua frente oeste. A necessidade de manter as fachadas e a estrutura da construção original e dobrar sua área para adaptá-lo às necessidades atuais acarretou, por um lado, a dispor uma ampliação com mais um piso sobre os dois existentes e, por outro, dispor uma nova galeria ao oeste do lote. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar