Ampliar imagem | Tamanho original
O Projecto Estoril 153, procura resolver o remate entre duas ruas através da criação de um piso de embasamento à cota da Av. Aida, de afectação predominantemente terciária, sobre o qual assentam dois volumes exclusivamente habitacionais: o Corpo A, com cinco pisos, que assegura a continuidade da frente urbana poente da Rua Mello e Sousa, e o Corpo B, com três pisos, que pontua o acesso pedonal ao condomínio, orientado a nascente para os jardins verdejantes do Casino do Estoril.O Corpo A apresenta-se como um volume voltado para o mar, onde as varandas e os terraços abrem horizontes infinitos sobre o imenso azul a perder de vista. O Corpo B, é uma grande varanda suspensa sobre o verde dos Jardins do Casino Estoril. É o pulmão do condomínio. O verde da vegetação e o azul do mar estiveram na base que motivou o posicio­namento dos dois blocos que compõem o Estoril 153. É neste contexto que se explica a sua relação e posicionamento em relação à base comum onde ambos assentam. O bordeaux do Bloco B pretende dar continuidade cromática ao edifício confinante a Norte e o cinza do Bloco A permite uma aproximação à cor do céu em dias de nevoeiro característicos destes locais de veraneio, sendo a cor da pedra predominante – azulino de Cascais. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar